Filmes por gênero

UM DIA DE CÃO (1975)

Dog day afternoon
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Un après-midi de chien (França)
Quel pomeriggio di un giorno da cani (Itália)
Tarde de perros (Espanha, Argentina, Peru, México)
Hundstage (Alemanha)
En satans eftermiddag (Suécia)
Pieskie popoludnie (Polônia)
En skæv eftermiddag (Dinamarca)
Собачий полдень (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Crime, Drama
Direção: Sidney Lumet
Roteiro: Frank Pierson
Produção: Martin Bregman, Martin Elfand, Robert Greenhut
Design Produção: Charles Bailey
Fotografia: Victor J. Kemper
Edição: Dede Allen
Direção de Arte: Douglas Higgins
Figurino: Anna Hill Johnstone
Guarda-Roupa: Peggy Farrell, Clifford Capone
Maquiagem: Reginald Tackley
Efeitos Sonoros: Dick Vorisek, James Sabat, Sanford Rackow e outros
Nota: 8.6
Filme Assistido em: 1976

Elenco

Al Pacino Sonny Wortzik
John Cazale Salvatore 'Sal'
Charles Durning Det. Sgt. Eugene Moretti
Chris Sarandon Leon Shermer
Sully Boyar Mulvaney, Gerente do Banco
James Broderick Agente Sheldon do FBI
Beulah Garrick Margaret
Carol Kane Jenny
Sandra Kazan Deborah
Marcia Jean Kurtz Miriam
Amy Levitt Maria
John Marriott Howard, guarda de segurança
Estelle Omens Edna
Gary Springer Stevie
James Broderick Sheldon
Penelope Allen Sylvia
Lance Henriksen Agente Murphy do FBI
Dick Anthony Williams Motorista da limusine
Philip Charles MacKenzie Médico
Judith Malina Sra. Wortzik
Susan Peretz Angela Wortzik
William Bogert Âncora da TV
Jay Gerber Sam
James Bulleit Sargento Gillis
Ed Metzger Sargento Murray
Lynette Sheldon Sadie

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original (Frank Pierson)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator (Al Pacino)

Prêmio de Melhor Edição (Dede Allen)

Festival Internacional de San Sebastián, Espanha

Prêmio San Sebastián de Melhor Ator (Al Pacino)

Prêmios David di Donatello, Itália

David Especial pela Produção (Martin Bregman, Martin Elfand)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Ator (Al Pacino)

Prêmio de Melhor Direção (Sidney Lumet)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Ator (Al Pacino)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Drama escrito diretamente para o cinema (Frank Pierson)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (Sidney Lumet)

Oscar de Melhor Filme (Martin Bregman, Martin Elfand)

Oscar de Melhor Ator (Al Pacino)

Oscar de Melhor Edição (Dede Allen)

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Chris Sarandon)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Roteiro (Frank Pierson)

Prêmio de Melhor Direção (Sidney Lumet)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Jack Fitzstephens, Sanford Rackow, Stephen Rotter, James Sabat , Dick Vorisek)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Sidney Lumet)

Prêmio de Melhor Revelação Masculina (Chris Sarandon)

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Al Pacino)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (John Cazale)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Charles Durning)

Prêmio de Melhor Roteiro (Frank Pierson)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Sidney Lumet)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Al Pacino)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Chris Sarandon)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em agosto de 1972, Sonny Wortzik, um ex-bancário, juntamente com seu amigo 'Sal' e com um outro conhecido, assaltam o 'First Savings Bank', no Brooklyn, pouco antes do encerramento do expediente.  Mas nada sai como planejado, começando pelo fato do Banco estar com pouco dinheiro, já que um carro-forte havia passado por lá pouco antes deles chegarem.

A situação se complica na medida em que os assaltantes fazem reféns e a polícia chega, cercando o edifício.  O fato chama a atenção da mídia e, em pouco tempo, redes de TV e um grande número de curiosos chegam ao local.

O Det. Sgt. Eugene Moretti, da polícia, tenta desesperadamente negociar com Sonny, preocupado principalmente com a situação dos reféns, sem resultado.  O assalto que havia sido planejado para ser realizado em apenas dez minutos, continua sem solução dez horas depois.

Quando Leon Shermer, amante homossexual de Sonny, chega ao local e procura falar com ele, fora do Banco, todos ficam sabendo o real motivo do assalto:  Sonny pretendia conseguir dinheiro para financiar uma operação de troca de sexo de seu companheiro.

A multidão formada na rua passa a apoiar e a aplaudir as declarações de Sonny, ficando contra o comportamento da polícia.  Até alguns reféns demonstram uma certa simpatia pelo assaltante.

Sonny faz algumas exigências que lhe permitam fugir, mas uma solução só é encontrada com a chegada do Agente Sheldon do FBI, que assume as negociações.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseado na história real de Sonny Wortzik, "Um Dia de Cão" é um ótimo filme policial.  Realizado pelo cineasta Sidney Lumet, sua trama gira em torno da tentativa de roubo de um Banco, por um homossexual, com o fim de conseguir o dinheiro necessário ao financiamento da operação de troca de sexo de seu companheiro.

Lumet e sua equipe conseguem dar um tom bastante realista à situação, além de apresentar algumas surpresas e de dosar, na medida certa, drama, suspense e até comédia.

Além do belo trabalho de Lumet, "Um Dia de Cão" tem, ainda, entre seus pontos mais fortes, o excelente roteiro de Frank Pierson e a extraordinária atuação de Al Pacino.  Merecem, ainda, destaques, as atuações de John Cazale, que no ano anterior trabalhara com Pacino em "O Poderoso Chefão - Parte II", e de Charles Durning.

Durante as filmagens, o verdadeiro Sonny Wortzik cumpria pena de 20 anos numa prisão federal dos Estados Unidos.

CAA