Filmes por gênero

UM HOMEM, UMA MULHER (1966)

Un homme et une femme
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A man and a woman (UK, USA)
Un uomo e una donna (Itália)
Ein mann und eine frau (Alemanha)
Un hombre y una mujer (Espanha, México, Argentina)
En man och en kvinna (Suécia)
Kobieta i mezczyzna (Polônia)
Mies ja nainen (Finlândia)
Manden og kvinden (Dinamarca)
Pais: França
Gênero: Drama, Romance
Direção: Claude Lelouch
Roteiro: Pierre Uytterhoeven, Claude Lelouch
Produção: Claude Lelouch
Design Produção: Robert Luchaire
Música Original: Francis Lai
Fotografia: Claude Lelouch
Edição: Claude Barrois, Claude Lelouch
Figurino: Richard Marvil
Efeitos Sonoros: Jean Baronnet, Michel Fano
Efeitos Especiais: Jean Beylieu
Nota: 9.0
Filme Assistido em: 1967

Elenco

Anouk Aimée Anne Gauthier
Jean-Louis Trintignant Jean-Louis Duroc
Pierre Barouh Pierre Gauthier
Valérie Lagrange Valérie Duroc
Antoine Sire Antoine Duroc
Souad Amidou Françoise Gauthier
Henri Chemin Colega de Jean-Louis
Yane Barry Amante de Jean-Louis
Paul Le Person Mecânico
Gérard Sire Locutor
Simone Paris .

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Oscar de Melhor Roteiro Original (Claude Lelouch, Pierre Uytterhoeven)

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Claude Lelouch)

Prêmio OCIC (Claude Lelouch)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Anouk Aimée)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz Estrangeira (Anouk Aimée)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro (Claude Lelouch)

Prêmios Blue Ribbon

Blue Ribbon de Melhor Filme Estrangeiro (Claude Lelouch)

Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Associação dos Jornalistas Críticos de Cinema do México

Prêmio Deusa de Prata de Melhor Atriz Estrangeira (Anouk Aimée)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Anouk Aimée)

Oscar de Melhor Direção (Claude Lelouch)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Claude Lelouch)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Francis Lai)

Prêmio de Melhor Canção Original (Francis Lai, Pierre Barouh)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme (Claude Lelouch)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Claude Lelouch)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Atriz (Anouk Aimée)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz em um Drama (Anouk Aimée)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Anne Gauthier vive só, com seu filho, após a morte brutal de seu marido em um acidente.  Por outro lado, Jean-Louis Duroc, um piloto de corridas de automóveis, ainda não se recuperou do suicídio de sua mulher, que também lhe deixou um filho.

Os dois encontram-se casualmente num domingo à tarde, durante a visita semanal a seus respectivos filhos, que estudam no mesmo colégio interno, em Deauville.  Como Anne perde o seu trem, Jean-Louis lhe oferece uma carona de volta à Paris.

Eles voltam a se encontrar nos domingos que se seguem e, aos poucos, vão se conhecendo melhor.  Eles falam da dor da viuvez e da responsabilidade de criar um filho sozinho.  Embora se sintam mutuamente atraídos, Anne lhe revela que não se encontra em condições de ter um amante, uma vez que, a morte de seu marido ainda está muito presente em sua memória.

O espectador aprende a conhecer os protagonistas através de seus pensamentos e gestos, revelados sutilmente através de olhares, hesitações, de palavras não ditas e subentendidas.

Assim, os encontros semanais se sucedem, a atração inicial se transforma em amor, até que um dia, ao se encontrarem mais uma vez, na praia de Deauville, eles decidem se unir para não mais se separarem.

imagem imagem imagem

Comentários

"Um Homem, Uma Mulher" é, sem dúvida, uma das mais belas histórias de amor do cinema, tendo ganho mais de 40 prêmios em Festivais, no mundo inteiro, com destaques para a Palma de Ouro do Festival de Cannes e dois Oscars.

Ele é considerado como a base do que viria a ser conhecido como o cinema de Claude Lelouch, cujas principais características eram o uso de uma câmera móvel e uma temática que sempre tratava das relações humanas, com ênfase para as relações homens-mulheres.  É também considerado como um dos carros-chefe da 'Nouvelle Vague' francesa.

Anouk Aimée e Jean-Louis Trintignant estão ótimos nos papéis principais, com destaque para a bela Anouk.  A trilha sonora de Francis Lai é maravilhosa e se tornou muito popular.  Vinícius de Moraes e Baden Powell também marcam presença nesta obra de Lelouch.

CAA