Filmes por gênero

MISSÃO IMPOSSÍVEL 2 (2000)

Mission: Impossible 2
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Misión: Imposible 2 (Espanha)
M-I:2 Mission: Impossible 2 (França)
Pais: Estados Unidos, Alemanha
Gênero: Ação
Direção: John Woo
Roteiro: Robert Towne
Produção: Tom Cruise, Paula Wagner
Design Produção: Thomas E. Sanders
Música Original: Hans Zimmer
Fotografia: Jeffrey L. Kimball
Edição: Christian Wagner, Steven Kemper
Direção de Arte: Nathan Crowley, Kevin Kavanaugh, Daniel Dorrance, M. McGahey
Figurino: Lizzy Gardiner
Guarda-Roupa: Kerry Thompson, Kendall Errair, Sally Sharpe
Maquiagem: Mary Burton, Paul Pattison e outros
Efeitos Sonoros: Bryan Bowen, Kerry Ann Carmean e outros
Efeitos Especiais: Doug Hubbard, Richard Ratliff e outros
Efeitos Visuais: Craig Barron, Walter Garcia, John Jenkins e outros
Nota: 6.6
Filme Assistido em: 2002

Elenco

Tom Cruise Ethan Hunt
Dougray Scott Sean Ambrose
Thandie Newton Nyah Nordoff-Hall
Anthony Hopkins Comandante da Missão
Ving Rhames Luther Stickell
Richard Roxburgh Hugh Stamp
John Polson Billy Baird
Brendan Gleeson John McCloy
Rade Serbedzija Dr. Nekhorvich
William Mapother Wallis
Dominic Purcell Ulrich
Matthew Wilkinson Michael
Kee Chan Químico de McCloy
Christian Manon Dr. Gradsky
Lester Morris Bookie
Adriana Rodríguez Dançarina de Flamenco
Sandra Rodríguez Dançarina de Flamenco
Cristina Brogeras Dançarina de flamenco

Sinopse

Ethan Hunt ainda trabalha para a IMF - Impossible Mission Forces.  Ele se encontra de férias quando seu chefe o contata e lhe pede para ir até a Espanha para localizar a elegante ladra profissional / espiã Nyah Nordoff-Hall.

Sua nova missão é impedir que o lunático terrorista, Sean Ambrose, infeste a humanidade com um novo vírus letal.  Ele é a única pessoa que possui o antídoto para o vírus e, uma vez feita a contaminação, ele pretende cobrar milhões de dólares pelo tal antídoto.

Nyah é uma peça importante nessa missão por ser ex-namorada de Sean Ambrose.

imagem imagem imagem

Comentários

"Missão Impossível 2" é bem mais fraco que seu antecessor, dirigido por Brian De Palma em 1996.  A direção de John Woo não é boa, exagera em cenas de ações impossíveis e alguns episódios de lutas marciais.  O roteiro é paupérrimo e as atuações sofrem com tudo isso.  O excelente ator gaulês, Anthony Hopkins, quase não aparece no filme.

O trabalho de câmera e as belas paisagens de Sydney, na Austrália, e das Montanhas Rochosas são o melhor do filme.

CAA