Filmes por gênero

DUELO SANGRENTO (1950)

The Kid from Texas
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A justiça de Billy (Portugal)
Le Kid du Texas (França, Bélgica)
Bill il selvaggio (Itália)
La leyenda de Billy el Niño (Espanha)
Juramento cumplido (Chile)
El salvaje Bill (Venezuela)
Verfemt (Austria, Alemanha)
Texas Kid (Suécia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: Kurt Neumann
Roteiro: Robert Hardy Andrews, Karl Kamb
Produção: Paul Short
Música Original: Milton Schwarzwald
Direção Musical: Milton Schwarzwald
Fotografia: Charles Van Enger
Edição: Frank Gross
Direção de Arte: Bernard Herzbrun, Emrich Nicholson
Figurino: Rosemary Odell
Maquiagem: Bud Westmore, Joan St. Oegger
Efeitos Sonoros: Leslie I. Carey, Robert Pritchard
Nota: 7.7
Filme Assistido em: 1956

Elenco

Audie Murphy William Bonney / Billy the Kid
Gale Storm Irene Kain
Albert Dekker Alexander Kain
Shepperd Strudwick Roger Jameson
Will Geer O'Fallon
William Talman Minninger
Martin Garralaga Morales
Robert Barrat Gen. Lew Wallace
Walter Sande Crowe
Frank Wilcox Xerife Pat Garrett
Dennis Hoey Major Harper
Ray Teal Xerife Rand
Don Haggerty Morgan
Paul Ford Xerife Copeland
John Phillips Sid Curtis
Harold Goodwin Matt Curtis
Zon Murray Lucas
Rosa Turich Maria
Edmund Cobb Hale
Dorita Pallais Lupita
Pilar del Rey Marguarita
Jack Ingram Condutor da Diligência

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em julho de 1879, no Condado de Lincoln, Novo México, um grupo de homens, liderado pelo pistoleiro Minninger, confronta o advogado e fazendeiro Alexander Kain e seu parceiro Roger Jameson, em seu escritório, e tenta prendê-los por assassinato. Kain defende Jameson e a si próprio, afirmando que os mortos foram apanhados a roubar gado. Em seguida, ele adverte os homens que não vai tolerar pistoleiros levando recados para seu concorrente, Major Harper, e para o xerife Rand. Esperando no escritório, encontra-se William Bonney, um jovem texano, conhecido como Billy the Kid. Quando Minninger tenta tomar as armas de Billy, ele dispara rapidamente, ferindo-o e matando dois dos pistoleiros.

Mais tarde, Jameson oferece a Billy um trabalho em um rancho. Na ocasião, Billy comenta que fugiu de sua família oito anos atrás, depois de matar um homem que difamara sua mãe. Quando Jameson lhe pede para não usar armas no rancho, ele atende a seu pedido com relutância. Mais tarde, Kain visita o rancho com sua jovem esposa, Irene, e informa Jameson que foi convocado para uma reunião com o governador territorial, General Lew Wallace. Enquanto Jameson e Kain falam sobre seus negócios, Irene conversa com Billy. Na reunião, Wallace informa Harper e Kain que ele veio para o Novo México a fim de pôr fim às guerras e ordena que eles mantenham a paz enquanto ele investiga.

Enquanto isso, um grupo de homens embriagados, que estão à procura de vingança, atacam o rancho. Durante o tiroteio que se segue, Jameson é morto, fazendo com que Billy pegue suas armas e jure vingança. Quando Copeland, o xerife local, forma um grupo armado, Kain pede-lhe para trazer os culpados a fim dos mesmos serem julgados. Durante uma tentativa de fuga, Billy atira em dois dos três prisioneiros e Minninger foge. Em seguida, Rand acusa Billy de assassinato, mas Irene o defende. Mais tarde, após outro tiroteio com os homens de Harper, Kain, que tem discutido com Irene sobre Billy, afirma que o pistoleiro não respeitou suas ordens. Em seguida, Wallace contrata o xerife Pat Garrett para restaurar a ordem e trazer o fugitivo Billy para ser julgado. Em 1880, Wallace se encontra com Billy nas montanhas e lhe oferece um perdão total, que ele não aceita por ainda ter plenamente vingado o assassinato de Jameson.

Em 1881, Billy é capturado, julgado e condenado por homicídio. No entanto, ele consegue fugir da prisão e mata Minninger. Em seguida, ele se junta a seus amigos Morales e O'Fallon e continua a escapar dos grupos armados que tentam capturá-lo. Dias depois, juntamente com sua gangue, ele rouba o armazém de munição de Kain. Enquanto se acham lá, um grupo armado bloqueia sua saída. Quando o xerife chega, este lhe pede para que liberte as mulheres que foram feitas reféns. Em seguida, quando Kain está a ponto de matá-lo, O'Fallon atira primeiro e Billy escapa mais uma vez. Seis semanas mais tarde, com vinte e uma mortes atribuídas a ele, o xerife Garrett finalmente o mata.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Kurt Neumann, a partir de um roteiro escrito por Robert Hardy Andrews e Karl Kamb, “Duelo Sangrento” é um faroeste produzido pela Universal International Pictures (UI) em 1950. Sua trama, baseada numa estória de Robert Hardy Andrews, é marcada por inúmeras e marcantes cenas ação.   

Embora não seja extraordinária, a direção de Neumann se mostra bastante segura, no que é ajudada pela boa fotografia a cores assinada por Charles Van Enger.

No elenco, embora em começo de carreira, Audie Murphy brilha no papel do famoso Billy the Kid. Em papéis coadjuvantes, destacam-se as atuações de Gale Storm e Albert Dekker.

CAA