Filmes por gênero

CERIMÔNIA SECRETA (1968)

Secret cerimony
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Cérémonie secrète (França)
Cerimonia segreta (Itália)
Ceremonia secreta (Espanha, México)
Die frau aus dem nichts (Alemanha)
Svart spegel (Suécia)
Hemmeligt ritual (Dinamarca)
Tajna ceremonia (Polônia)
Titokzatos szertartás (Hungria)
Pais: Reino Unido
Gênero: Drama, Suspense
Direção: Joseph Losey
Roteiro: George Tabori
Produção: John Heyman, Norman Priggen
Design Produção: Richard Macdonald
Música Original: Richard Rodney Bennett
Direção Musical: Marcus Dods
Fotografia: Gerry Fisher
Edição: Reginald Beck
Direção de Arte: John Clark
Figurino: Sue Yelland
Guarda-Roupa: Marc Bohan, Klara Kerpin
Maquiagem: Alex Garfath
Efeitos Sonoros: Hugh Strain, Leslie Hammond, Alan Pattillo
Nota: 7.6
Filme Assistido em: 1995

Elenco

Elizabeth Taylor Leonora
Mia Farrow Cenci
Robert Mitchum Albert
Peggy Ashcroft Hannah
Pamela Brown Hilda
Robert Douglas Sir Alex Gordon
Angus MacKay Vigário
Michael Strong Dr. Walter Stevens
Penelope Keith Assistente do Hotel
George Howell Faxineiro
Roger Lloyd Pack Faxineiro

Indicações

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz (Mia Farrow)

Prêmio Anthony Asquith de Melhor Música (Richard Rodney Bennett)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Certo dia, ao viajar em um ônibus, Leonora, uma prostituta decadente, encontra Cenci, uma jovem de 22 anos que se parece muito com sua falecida filha. As duas conversam e Cenci termina acompanhando Leonora até o cemitério onde se encontram os restos mortais da jovem morta. Terminada a visita, Leonora convida a jovem para morar com ela.

Já em casa, ao ver uma fotografia mostrada pela jovem, Leonora toma conhecimento de que se parece muito com a falecida mãe de Cenci. Tocada pela necessidade de amor que a jovem sente, Leonora se dispõe a tratá-la como se fosse sua própria filha. Para a governanta, Hannah, ela diz que a jovem é sua sobrinha.

Durante uma conversa, Cenci comenta que seu padrasto, Albert, fora expulso de casa por tentar estuprá-la e que sua mãe ficou irremediavelmente louca. Certo dia, ao voltar para casa, Leonora encontra Cenci agachada sob a mesa. É que Albert foi-lhe fazer uma visita. Aterrorizada, a jovem o acusa de ter tentado seduzi-la quando criança. Ele, por sua vez, afirma que Cenci é mentalmente instável e que, por várias vezes, tentou seduzi-lo.

Percebendo a verdade da sua declaração, que é apoiada pela tentativa infantil de Cenci querer parecer grávida, ao colocar uma boneca por baixo do vestido, Leonora desesperadamente tenta forçá-la a enfrentar a realidade. Ao invés disso, Cenci procura Albert na praia, consuma seu desejo por ele e pede para que Leonora vá embora.

Pouco tempo depois, Leonora visita Cenci, pede-lhe para ser perdoada e para ter uma oportunidade de retomar seu antigo relacionamento. Cenci, no entanto, a expulsa e, em seguida, comete suicídio.

Ao participar do funeral, Leonora tem a convicção de que deveria ter acreditado na jovem. Assim, depois de ficar em silêncio, ao lado de Albert, durante o enterro, ela saca uma faca e o esfaqueia.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Joseph Losey, a partir de um roteiro escrito por George Tabori, “Cerimônia Secreta” não passa de um filme razoável. Tendo como base uma estória escrita por Marco Denevi, sua trama fala de sentimentos maternais/filiais, de dominação/submissão, de obsessões, de fantasmas.

Na direção, Losey não se mostra em seus melhores momentos, alternando o ritmo entre razoável e um pouco lento. O roteiro de Tabori também não o ajuda muito. Na área técnica, enfim, sobressaem-se a bela música de Richard Rodney Bennett e a fotografia de Gerry Fisher.

No elenco, o maior destaque fica por conta da magnífica atuação de Elizabeth Taylor, seguida pela de Mia Farrow.

CAA