Filmes por gênero

UM PIJAMA PARA DOIS (1957)

The pajama game
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Negócio de pijamas (Portugal)
Pique-nique en pyjama (França)
Il gioco del pigiama (Itália)
Juego de pijamas (Espanha)
Picknick im Pyjama (Alemanha)
Pyjamasleken (Suécia)
Piknik w pizamach (Polônia)
Py, pep og piger (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia Musical, Romance
Direção: Stanley Donen, George Abbott
Roteiro: Richard Bissell, George Abbott
Produção: Stanley Donen, George Abbott
Música Original: Ray Heindorf, Howard Jackson
Direção Musical: Ray Heindorf
Coreografia: Bob Fosse
Fotografia: Harry Stradling Sr.
Edição: William Ziegler
Direção de Arte: Malcolm Bert
Figurino: Jean Eckart, William Eckart
Guarda-Roupa: Frank L. Thompson
Maquiagem: Gordon Bau
Efeitos Sonoros: M. A. Merrick, Dolph Thomas
Nota: 7.9
Filme Assistido em: 1959

Elenco

Doris Day Katherine 'Babe' Williams
John Raitt Sid Sirokin
Carol Haney Gladys Hotchkiss
Eddie Foy Jr. Vernon Hines
Reta Shaw Mabel
Barbara Nichols Poopsie
Thelma Pelish Mae
Jack Straw Prez
Ralph Dunn Myron Hasler
Owen Martin Max
Ralph Chambers Charlie
Mary Stanton Brenda
William Forester Joe Miller
Otis Griffith Otis
Kathy Marlowe Holly
Jack Henderson Garçom
Fred Villani Tony
Drusilla Davis Dançarina
Dolores Starr Dançarina
Buzz Miller Dançarino
Kenneth LeRoy Dançarino
Harvey Evans Dançarino
Howard Parker Dançarino

Indicações

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de um Musical Americano (George Abbott, Richard Bissell)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Musical

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator em um Musical (John Raitt)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em Iowa, o Sr. Myron Hasler, chefe da Fábrica de Pijamas Sleeptite, opõe-se a uma reivindicação de seus funcionários, que pleiteiam um aumento de salário de sete centavos e meio por hora de trabalho.  Após contratar Sid Sirokin como seu novo Superintendente, Hasler pede à Gladys Hotchkiss, sua secretária, que acompanhe o novo funcionário pelas dependências da Fábrica.

Ao ver sua namorada com o estranho, Vernon Hines, capataz da Sleeptite, imagina que ela esteja flertando com Sid, descarregando sua crise de ciúmes contra seus subordinados.  Dois dias depois, ao tentar ajudar um jovem a fazer seu trabalho, Sid impacientemente o empurra.  Admitindo estar com uma forte dor por ter apanhado de Sid, o jovem faz queixa junto ao Comitê de Reclamações da Fábrica.  O Comitê, presidido por Katherine 'Babe' Williams, investiga o caso.  Mais tarde, depois que a enfermeira da Fábrica relata que o jovem estava mentindo, o Comitê encerra o caso.

O simpático Superintendente causa uma boa impressão junto às funcionárias, as quais notam que Babe parece estar atraída por ele.  Por outro lado, ao ver Gladys deixar uma nota em cima da mesa de Sid, Vernon fica novamente enciumado até descobrir que a tal nota dizia respeito à folha de pagamentos.

A fim de atrair Babe à sua sala, Sid pede à sua secretária, Mabel, que mande chamar o Comitê de Reclamações sob o pretexto de registrar uma reclamação.  Quando Babe se apresenta, ele tenta marcar um encontro, mas ela recusa seu convite alegando conflito de interesses.

Durante o piquenique anual da Empresa, Vernon bebe além da conta e, meio embriagado, anuncia que vai fazer sua costumeira apresentação como lançador de facas.  Ao pedir um voluntário para ser o seu alvo, Babe é a única pessoa a se apresentar.  Todos os presentes ficam apreensivos.  Não suportando a possibilidade de que algo dê errado, Sid intervém e sai com Babe para um passeio.  Enquanto conversam, ele se declara para ela, que aceita ser por ele cortejada.  À noite, ela o leva até sua casa, onde mora com seu pai, um funcionário da ferrovia.  Quando este sai, Babe diz a Sid que, embora o ame, sente que os dois têm dois problemas pela frente:  o Sindicato, ao qual ela se dedica, e o pleito salarial de sete centavos e meio por hora de trabalho.  Sid não admite que essas duas questões possam afetar o relacionamento deles.

Quando os empregados, conduzidos pelo líder sindical Prez, reúnem-se com Hasler para discutir o aumento salarial, argumentando que outras Empresas já concederam aos seus funcionários o mesmo aumento, Hasler tenta ganhar tempo ao dizer que precisará consultar o Conselho Administrativo da Empresa.

Acreditando que Hasler não tem a menor intenção de atender às suas reivindicações, os líderes sindicais decidem iniciar uma 'operação tartaruga'.  Vernon imediatamente telefona para Sid, que ameaça de demissão todos aqueles que se envolverem com a tal operação.  Ao ver seus colegas ameaçados e submissos, Babe provoca uma paralisação temporária da produção, ao emperrar uma importante máquina, sendo por Sid demitida.

Na casa de Babe, líderes sindicais discutem a possibilidade de entrarem em greve e outras ações que levem Hasler a reconsiderar sua atitude.  Depois que eles saem, Sid, que Babe vinha evitando há três dias, chega para falar com ela.  Os dois discutem a situação, ocasião em que ela afirma que sua posição é a da defesa dos interesses dos trabalhadores, enquanto ele se mostra preocupado com a manutenção de seu emprego.  Depois, ao se recolher em seu quarto, Babe lamenta o estado de seu relacionamento com Sid.

No trabalho, à medida que o desentendimento entre patrões e empregados aumenta, a Empresa perde contratos.  Procurando encontrar uma solução, Sid convida Gladys para jantar, esperando ter acesso, através dela, do livro contábil da Fábrica.  Após ficar embriagada, Gladys confessa seu interesse por ele, que lhe diz francamente que a convidou para sair, na esperança de conseguir a chave do livro contábil.  Ao ver Babe entrar no estabelecimento, ele confidencia que se acha deprimido.  A fim de fazer com que ele se sinta melhor, Gladys lhe entrega a referida chave.

No dia seguinte, os sindicalistas se reúnem com a intenção de declararem o estado de greve, mas depois de examinar o livro contábil, Sid pede aos líderes do movimento que aguardem até ele falar com Hasler.  No encontro, Sid diz a Hasler que teve acesso ao livro contábil e sabe que o aumento reclamado pelos trabalhadores já havia sido aprovado pelo Conselho Administrativo da Empresa há seis meses.

Acompanhado de Sid, Hasler chega ao local onde os líderes sindicais se encontram, ocasião em que lhes faz a seguinte proposta:  ele aprova o aumento reclamado de sete centavos e meio por hora de trabalho e, em contrapartida, os trabalhadores não falam em pagamentos retroativos.  Os trabalhadores festejam sua vitória, enquanto Babe e Sid se reconciliam.

Horas depois, os trabalhadores organizam uma festa com um desfile de pijamas, como forma de demonstrarem a existência de uma harmonia renovada na Fábrica.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseada em um famoso musical da Broadway, "Um Pijama para Dois" é mais uma deliciosa comédia romântica protagonizada por Doris Day.  Produzida e dirigida por Stanley Donen e George Abbott, sua trama gira em torno da difícil relação entre patrão e empregados, apresentando ainda um caso de amor entre supervisor e supervisionada.

Rodado em tecnicólor, esse musical é mais conhecido como um dos primeiros trabalhos para o cinema do famoso coreógrafo Bob Fosse.

Partindo de um excelente roteiro, "Um Pijama para Dois" apresenta-nos ainda a bela fotografia de Harry Stradling Sr., e em sua trilha sonora, várias canções de autoria da dupla Richard Adler e Jerry Ross, dentre as quais destacam-se "The Pajama Game", "Hey There", "I'm Not at All in Love" e "Hernando's Hideaway".

No elenco, além do ótimo trabalho apresentado por Doris Day, merece ser destacada a atuação de Carol Haney nos números "Steam Heat" e "Hernando's Hideaway", onde canta e brilha como dançarina.

CAA