Filmes por gênero

UMA CHANCE PARA SER FELIZ (1998)

No looking back
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Não olhes para trás (Portugal)
Quitte ou double (França)
No mires atrás (Espanha, Argentina)
Auch mehr ist nie genug (Alemanha)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Melodrama
Direção: Edward Burns
Roteiro: Edward Burns
Produção: Edward Burns, Michael Nozik, Ted Hope
Design Produção: Thérèse DePrez
Música Original: Joe Delia, Patti Scialfa
Fotografia: Frank Prinzi
Edição: Susan Graef
Figurino: Sarah Jane Slotnick
Guarda-Roupa: Jennifer Ingram
Maquiagem: Michal Bigger
Efeitos Sonoros: Mathew Price, Reilly Steele, Steve Bourne e outros
Nota: 6.3
Filme Assistido em: 1999

Elenco

Lauren Holly Claudia
Jon Bon Jovi Michael
Edward Burns Charlie Ryan
Kathleen Doyle Sra. Ryan
Jennifer Esposito Teresa
Nick Sandow Goldie
Welker White Missy
Ellen McElduff Garçonete
Connie Britton Kelly
Blythe Danner Mãe de Cláudia
Kaili Vernoff Alice
John Ventimiglia Tony
Susan May Pratt Annie
Margaret O'Neill Maggie
Chris McGovern Sully
Kevin Heffernan Cara no Restaurante
Mark Schulte Cara no Restaurante
Leah Gray Garota no Bar
Marcia DeBonis Garota no Bar
Shari Albert Garota no Bar
Glenn D. Sanford Cara no Bar

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Claudia é uma garçonete que sempre morou na pequena cidade litorânea de Rockaway Beach, N.Y., em contato com o mesmo grupo de amigos dos tempos do colégio.  Há três anos, ela vive com Michael, um mecânico que ela conhece desde criança.  Sua vida é confortável, Michael a ama e quer se casar com ela.  Mas, a despeito das pressões da família e dos amigos, Claudia sonha com uma vida longe daquela cidadezinha  e tem medo que, casando-se, jamais venha a realizar seu sonho.

A irmã de Claudia, Kelly, mora com sua mãe e luta para criar sozinha seu filho.  A mãe delas não sai de casa desde que foi abandonada, há seis meses, pelo marido, mas mantém viva a esperança de que ele um dia voltará.

Antes de namorar Michael, Claudia viveu um grande amor com Charlie, um colega de escola que, após engravidá-la e fazer com que ela se submetesse a um aborto, a abandonou quando ela mais precisava dele, fugindo para a California.

Agora, três anos depois, Charlie retorna à Rockaway Beach num ônibus.  Ao desembarcar, ele vai para a casa da mãe.  Michael, que fora seu melhor amigo, no passado, vai visitá-lo e, entre uma cerveja e outra, diz que ele e Claudia agora vivem juntos.

A chegada de Charlie à cidade deixa Claudia confusa.  Por outro lado, Charlie está disposto a retomar sua vida a partir do ponto em que a deixou três anos atrás, a começar por reconquistar Claudia.

À Claudia, ele diz: "Desta vez vai ser diferente.  Eu preciso de você e a amo".  Mas o problema é que Charlie é um enigma.  Afinal, o que ele fez nesses três últimos anos?  Por que está de volta?  Quais são suas experiências e seus planos?

Assim, dividida entre seus dois amores, Claudia vai ser obrigada a tomar uma decisão que poderá mudar completamente a sua vida: permanecer com Michael que demonstrou amá-la e que para ela significa uma certa segurança, sinceridade e integridade, ou partir com Charlie, o homem que já a largou num momento difícil de sua vida e que, mesmo representando um futuro de incertezas, tem a lhe oferecer a tão sonhada oportunidade de ter uma vida longe daquela cidadezinha.

imagem imagem imagem

Comentários

"Uma chance para ser feliz" é o primeiro drama de Ed Burns, realizado depois de suas comédias românticas "Os irmãos McMullen" e "Nosso tipo de Mulher".  Trata-se de um filme que procura explorar as situações a partir do ponto de vista feminino.  Por outro lado, ele se concentra na personagem principal, não se preocupando muito com o restante do elenco.

Lauren Holly não parece ter sido a melhor escolha para desempenhar o papel de Claudia.  Ela está simplesmente muito glamorosa para tornar crível a crise por que passa sua personagem.  A gente tem a impressão de que se ela entrasse em qualquer agência de modelos de Manhattan, seria logo escolhida como uma "top model" em potencial.  Bon Jovi também não imprime a força que seu papel exige em algumas cenas.  Já Ed Burns, no papel do "bad boy" sedutor, está magnífico.

"Uma chance para ser feliz", por outro lado, sofre com a óbvia comparação com "Procura-se Amy", comédia romântica de Kevin Smith que também foca os relacionamentos de três amigos que moram em New Jersey.

CAA