Filmes por gênero

UMA CRUZ À BEIRA DO ABISMO (1959)

The nun's story
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A história de uma freira (Portugal)
Au risque de se perdre (França, Canadá)
La storia di una monaca (Itália)
Historia de una monja (Espanha, Argentina, Chile, Peru)
Die geschichte einer Nonne (Alemanha)
Nunnan (Suécia)
Historia zakonnicy (Polônia)
История монахини (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Fred Zinnemann
Roteiro: Robert Anderson
Produção: Henry Blanke, Fred Zinnemann
Música Original: Franz Waxman
Direção Musical: Franz Waxman
Fotografia: Franz Planer
Edição: Walter Thompson
Direção de Arte: Alexandre Trauner
Figurino: Marjorie Best
Maquiagem: Alberto de Rossi
Efeitos Sonoros: Oliver Garretson
Nota: 8.7
Filme Assistido em: 1961

Elenco

Audrey Hepburn Irmã Luke (Gabrielle Van der Mal)
Peter Finch Dr. Fortunati
Edith Evans Rev. Madre Emmanuel
Peggy Ashcroft Madre Matilde
Dean Jagger Dr. Van der Mal
Mildred Dunnock Irmã Margharita
Beatrice Straight Madre Christophe
Patricia Collinge Irmã Williams
Rosalie Crutchley Irmã Eleanor
Ruth White Madre Marcella
Barbara O'Neil Madre Didyma
Margaret Phillips Irmã Pauline
Patricia Bosworth Simone
Colleen Dewhurst Arcanjo Gabriel
Stephen Murray Capelão
Lionel Jeffries Dr. Goovaerts
Niall MacGinnis Padre Vermeuhlen
Eva Kotthaus Irmã Marie
Molly Urquhart Irmã Augustine
Dorothy Alison Irmã Aurelie
Jeanette Sterke Louise (Irmã de Gabrielle)
Ave Ninchi Irmã Bernard
Diana Lambert Lisa
Ludovice Bonhomme Bispo
Dara Gavin Irmã Ellen
Penelope Horner Jeanette Milonet
Marina Wolkonsky Marie, irmã de Gabrielle

Prêmios

Festival Internacional de San Sebastián, Espanha

Prêmio Concha de Ouro (Fred Zinnemann)

Prêmio Zulueta de Melhor Atriz (Audrey Hepburn)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz Britânica (Audrey Hepburn)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Audrey Hepburn)

Prêmio de Melhor Direção (Fred Zinnemann)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Atriz Estrangeira (Audrey Hepburn)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (Fred Zinnemann)

Oscar de Melhor Atriz (Audrey Hepburn)

Oscar de Melhor Fotografia a Cores (Franz Planer)

Oscar de Melhor Filme (Henry Blanke )

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Robert Anderson )

Oscar de Melhores Efeitos Sonoros (George Groves)

Oscar de Melhor Edição (Walter Thompson)

Oscar de Melhor Trilha Sonora de uma Comédia ou Drama (Franz Waxman )

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio Nações Unidas (Fred Zinnemann)

Prêmio de Melhor Ator Britânico (Peter Finch)

Prêmio de Melhor Filme (Fred Zinnemann)

Prêmio de Melhor Atriz Britânica (Peggy Ashcroft)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Direção (Fred Zinnemann)

Prêmio de Melhor Filme a Promover a Paz entre os Povos

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Audrey Hepburn)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Edith Evans)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Fred Zinnemann)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz em um Drama (Audrey Hepburn)

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Trilha Sonora (Franz Waxman )

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Drama

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de um Drama Americano (Robert Anderson)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Gabrielle Van der Mal é uma jovem vinda de uma família abastada.  Seu sonho é se tornar freira e adquirir conhecimentos de enfermagem para, em seguida, viajar para o Congo, onde pretende ajudar os nativos.  Seu pai, Dr. Van der Mal, é um famoso cirurgião belga que trabalhou naquele País quando era mais jovem.

Embora o pai e os irmãos de Gabrielle não entendam suas razões, eles sempre a apoiaram.  Uma vez no convento, ela experimenta os rigores da disciplina interna.  A dificuldade de adaptação ao novo estilo de vida, entretanto, não a faz desistir de seus votos, por estar determinada a se tornar uma boa agente de Deus.

Após adquirir conhecimentos sobre medicina tropical, ela, agora Irmã Luke, finalmente viaja para o Congo.  Ao chegar lá, fica desapontada, pois, desejando ajudar os nativos com sua experiência em enfermagem, ela é enviada a um hospital para europeus, onde se torna assistente do Dr. Fortunati, um dedicado cirurgião sem religião.

Indicada para acompanhar um oficial belga de volta à sua pátria, ela chega à Europa às vésperas da 2ª Guerra Mundial.  No convento, longe dos seus pacientes, ela se sente meio deprimida, pois não se vê sem estar ajudando outras pessoas.

Quando a guerra se alastra pela Europa, ela consegue ser enviada para um hospital localizado na fronteira holandesa, onde passa a tratar de soldados feridos em batalhas.  Um incidente ocorre quando ela se encontra lá, o que faz com tome a decisão de deixar o convento, quebrando seus votos, e passando a lutar contra os opressores.

imagem imagem imagem

Comentários

"Uma Cruz à Beira do Abismo" é um excelente drama.  Realizado pelo cineasta Fred Zinnemann, o filme é baseado em fatos reais.  Quando de sua realização, Audrey Hepburn teve oportunidade de estar com a verdadeira Gabrielle Van der Mal.  O roteiro, assinado por Robert Anderson, foi escrito com base no livro de Kathryn Hulme.

"Uma Cruz à Beira do Abismo" tem todos os ingredientes necessários a um grande filme: um roteiro bem estruturado, uma direção segura, uma bela trilha sonora e a magnífica fotografia de Franz Planer.

No elenco, o grande destaque é a extraordinária atuação de Audrey Hepburn, no papel da Irmã Luke, tendo sua fé sempre testada, inicialmente durante sua formação no convento, depois ao trabalhar no Congo, ao lado do Dr. Fortunati e, finalmente, quando da eclosão da 2ª Guerra Mundial.  Com boas atuações, estão Peter Finch, Peggy Ashcroft e Edith Evans.

CAA