Filmes por gênero

SÓ A MULHER PECA (1952)

Clash by night
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Desengano (Portugal)
Le démon s'éveille la nuit (França, Bélgica)
La confessione della signora Doyle (Itália)
Encuentros en la noche (Espanha)
Desengaño (Venezuela)
Vor dem neuen Tag (Austria, Alemanha)
Urladdning (Suécia)
Opgør i natten (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Filme Noir
Direção: Fritz Lang
Roteiro: Alfred Hayes
Produção: Harriet Parsons
Música Original: Roy Webb
Direção Musical: C. Bakaleinikoff
Fotografia: Nicholas Musuraca
Edição: George Amy
Direção de Arte: Carroll Clark, Albert S. D'Agostino
Guarda-Roupa: Michael Woulfe
Maquiagem: Mel Berns, Jean L. Speak
Efeitos Sonoros: Clem Portman
Efeitos Especiais: Harold E. Wellman
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1953

Elenco

Barbara Stanwyck Mae Doyle D'Amato
Robert Ryan Earl Pfeiffer
Paul Douglas Jerry D'Amato
Marilyn Monroe Peggy
J. Carrol Naish Tio Vince
Silvio Minciotti Papa D'Amato
Keith Andes Joe Doyle
Tony Martin Cantor de 'I Hear a Rhapsody'
William Bailey Garçom
Julius Tannen Garçom
Dan Bernaducci Convidado
Dick Coe Convidado
Irene Crosby Convidada
Nancy Duke Convidada
Helen Hansen Convidada
Tony Dante Pescador

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em um Bar de Monterey, à beira-mar, o pescador Jerry D'Amato torna-se excitado quando encontra Mae Doyle, uma garota de sua juventude, que acaba de voltar para casa. A sofisticada, mas infeliz Mae, não o reconhece e vai ao encontro de seu irmão mais novo, Joe Doyle. Joe, que ajuda Jerry no barco dele, não se mostra feliz com a chegada da irmã, embora não a visse há dez anos. No entanto, quando ela admite que cometeu um erro ao se envolver com um homem mais velho, ele muda de atitude.

A namorada de Joe, Peggy, que trabalha na fábrica de conservas de sardinhas da cidade, fica impressionada com Mae e confessa que, como ela, anseia por emoções e não quer ser mandada por um homem. Mais tarde, Jerry pergunta a Joe sobre a disponibilidade de Mae, ocasião em que ele o incentiva a convidá-la para saírem juntos. Durante seu primeiro encontro, em um cinema local, Jerry a apresenta ao seu melhor amigo, Earl Pfeiffer. Mae se sente atraída pelo cínico Earl, mas o rejeita bruscamente quando ele se mostra um misógino ao se referir à sua esposa dançarina.

Algum tempo depois, quando Jerry, durante um passeio de barco, lhe fala sobre casamento, ela gentilmente afirma não ser do tipo “esposa”. No entanto, depois de um perturbador flerte com Earl, quando lhe disse que deseja homens que a façam sentir-se confiante e viva, Mae concorda em se casar com Jerry. Na festa de casamento, quando Earl insiste em beijá-la, Mae resiste ao seu ardor e ele se enfurece. Meses depois, quando do nascimento de Gloria, a filha do casal, Vince, tio de Jerry, comenta que Mae é muito controladora e a acusa seu sobrinho de ser dominado pela mulher. Naquela noite, o agora divorciado Earl aparece embriagado e discute, sobre a mulher e o casamento, até desmaiar na sala de estar.

Na manhã seguinte, antes de Jerry sair para o trabalho, Mae o surpreende ao lhe pedir um beijo. Quando Earl acorda, ainda de ressaca, ele a questiona sobre a saúde de seu casamento. Sentindo que ela se resignou a uma vida monótona, ele a beija à força. Mais tarde, quando a alegre Peggy anuncia seu noivado com Joe, Earl volta a beijar Mae, que se entrega à sua paixão. Algum tempo depois, quando Jerry resgata seu pai de uma briga em um bar, seu vingativo tio, Vince, lhe informa que toda a cidade anda fofocando sobre o relacionamento amoroso de Mae e Earl, e que seu pai estava defendendo o nome da família.

Com raiva e indignado, Jerry expulsa Vince de casa e, em seguida, tenta forçar seu pai a falar. Quando ele novamente se nega a atendê-lo, Jerry vai ao armário de Mae, onde encontra alguns perfumes e lingerie no fundo de uma gaveta. Horas depois, quando Mae e Earl voltam para casa, depois de passarem o dia juntos, Jerry os confronta com as peças que encontrara. Mae, finalmente, confessa que está tendo um caso com Earl, mas que ela foi forçada a isso por conta do tédio e de sua solidão. Profundamente ferido, Jerry chama Mae e Earl de "animais" e foge em seguida.

Earl sugere à Mae que eles deixem a cidade, mas ela se mostra relutante até ter a certeza de que Jerry se encontra em segurança. Horas depois, ao encontrar Jerry em casa, ela lhe comunica que está apaixonada por Earl e que vai fugir com ele. Jerry tenta mudar sua opinião e a ameaça quando ela revela que pretende levar Gloria. Com receio da ira de Jerry, Mae sai de casa sem levar a filha e vai até a casa de seu irmão, Joe, que condena suas ações, embora Peggy ofereça sua simpatia.

Ainda enfurecido, Jerry vai até o cinema onde tenta sufocar Earl. Mae, no entanto, chega a tempo de evitar o pior. Logo em seguida, Mae e Earl vão pegar Gloria, mas descobre que o bebê não se encontra mais em sua casa. Quando Papa D'Amato condena Mae e se recusa a revelar o local onde se encontra Gloria, ela começa a pensar melhor sobre sua decisão de ir embora. Despreocupado, Earl insiste que eles podem ir sem Gloria, o que faz com que ela tome consciência de que passou seu casamento inteiro fugindo de suas responsabilidades.

Enojado com o sentimento de culpa de Mae, Earl anuncia que está partindo com ou sem ela. Em resposta, ela declara que precisa tentar uma nova chance com seu marido e vai até o barco de Jerry. Uma vez lá, ela pede que o marido a perdoe e lhe dê uma segunda chance. Embora admitindo que nunca será capaz de confiar nela, ele aceita suas desculpas e concorda em tentar de novo. Em seguida, ele lhe diz que Gloria está dormindo no beliche e ela, calmamente, vai ao encontro da filha.

imagem

Comentários

Realizado pelo grande cineasta Fritz Lang, “Só a Mulher Peca” é um ótimo filme norte-americano do início dos anos 1950. Sua trama gira em torno do adultério. Os diálogos se mostram inteligentes, impondo uma dramaticidade indispensável à narrativa.

Na direção, Lang realiza um ótimo trabalho ao impor um ritmo adequado ao desenvolvimento da trama. Ainda na área técnica, merecem destaques a excelente música de Roy Webb e a bela fotografia de Nicholas Musuraca.

No elenco, o maior destaque é Paul Douglas, com uma atuação admirável, seguido pelos desempenhos apresentados por Barbara Stanwick, Robert Ryan e a jovem Marilyn Monroe.

CAA