Filmes por gênero

A COSTELA DE ADÃO (1949)

Adam's rib
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Madame porte la culotte (França)
La costola di Adamo (Itália)
La costilla de Adán (Espanha, Argentina)
Ehekrieg (Alemanha, Austria)
Adams revben (Suécia)
Adams ribben (Dinamarca)
Zebro Adama (Polônia)
Ребро Адама (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Drama, Romance
Direção: George Cukor
Roteiro: Ruth Gordon, Garson Kanin
Produção: Lawrence Weingarten
Música Original: Miklós Rózsa
Fotografia: George J. Folsey
Edição: George Boemler
Direção de Arte: Cedric Gibbons, William Ferrari
Guarda-Roupa: Walter Plunkett
Maquiagem: Jack Dawn
Efeitos Sonoros: Douglas Shearer
Efeitos Especiais: A. Arnold Gillespie
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1995

Elenco

Spencer Tracy Adam Bonner
Katharine Hepburn Amanda Bonner
Judy Holliday Doris Attinger
Tom Ewell Warren Attinger
David Wayne Kip Lurie
Jean Hagen Beryl Caighn
Hope Emerson Olympia La Pere
Eve March Grace, secretária de Amanda
Clarence Kolb Juiz Reiser
Emerson Treacy Jules Frikke
Polly Moran Sra. McGrath
Will Wright Juiz Marcasson
Elizabeth Flournoy Dra. Margaret Brodeigh
Paula Raymond Emerald, namorada de Kip Lurie
Joseph E. Bernard Sr. Bonner, pai de Adam
Madge Blake Sra. Bonner, mãe de Adam
David Clarke Roy
Marjorie Wood Sra. Marcasson
Charles Bastin Promotor
Harry Cody Advogado criminalista
Dick Cogan Repórter
Sidney Dubin Bobby, assistente de Amanda
John Fell Assistente de Adam
Lester Luther Juiz Poynter
Ray Walker Fotógrafo
Dan Quigg Repórter
Will Stanton Motorista de táxi

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro (Ruth Gordon, Garson Kanin)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Judy Holliday)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de uma Comédia Americana (Ruth Gordon, Garson Kanin)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Suspeitando que seu marido, Warren Attinger, está tendo um caso com outra mulher, Doris Attinger o segue com uma arma. Ao encontrá-lo com Beryl Caighn, sua amante, ela dispara contra o casal por várias vezes. Uma das balas atinge seu marido no ombro.

Na manhã seguinte, o casal de advogados Adam e Amanda Bonner lê sobre o ocorrido através dos jornais. Amanda se mostra simpática à posição de Doris, por acreditar que a sociedade é muito injusta com a mulher quando o assunto é o adultério. Já Adam, acha que Doris é, sem dúvida, culpada por tentativa de homicídio. Ao chegar ao trabalho, Adam toma conhecimento que foi indicado para atuar como promotor no caso dessa tentativa de homicídio. Ao tomar conhecimento do ocorrido, Amanda procura Doris e se torna sua advogada de defesa.

Ela baseia sua defesa na crença de que homens e mulheres são iguais e que Doris foi forçada a agir daquela forma por conta do tratamento que recebia do marido. Ao tomar conhecimento da forma como Amanda está agindo, Adam lhe diz que ela está desrespeitando a lei, uma vez que não há desculpas para tal comportamento. A tensão entre os dois aumenta cada vez mais em casa e, no tribunal, Adam se sente humilhado quando ela incentiva uma de suas testemunhas, uma mulher halterofilista, a levantá-lo. Em seguida, ela pede para que os jurados, ao votarem, levem em consideração o que fariam se o réu fosse um homem. Sua inteligente sugestão faz com que Doris termine sendo absolvida.

Naquela noite, ao ver Amanda ao lado do vizinho, Kip Lurie, que demonstra ter um certo interesse por ela, Adam entra no apartamento apontando uma arma para os dois. Amanda se mostra horrorizada e diz ao marido que ele não podia agir daquela forma. Adam sente que, com esse seu gesto, conseguiu mostrar à mulher como ela teria sido injusta em sua linha adotada no tribunal. Em seguida, mastiga a falsa arma que, na verdade, era feita de material comestível.

imagem

Comentários

Realizado pelo grande cineasta nova-iorquino George Cukor, “A Costela de Adão” é uma ótima comédia do final dos anos 1940. Sua trama, baseada num roteiro muito bem escrito, com brilhantes diálogos, fala sobre o papel da mulher na sociedade, sobre a famosa guerra dos sexos.

Como de hábito, Cukor nos brinda com um ótimo trabalho de direção, no que é ajudado pelas brilhantes atuações de Spencer Tracy e Katharine Hepburn, talvez as mais bem-sucedidas desse inesquecível casal.

Enfim, A Costela de Adão” é, sem nenhuma dúvida, um filme imperdível.

CAA