Filmes por gênero

SEM AMOR (1945)

Without love
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Sans amour (França)
Senza amore (Itália)
Sin amor (Argentina, Espanha)
Zu klug für die liebe (Alemanha)
Utan kärlek (Suécia)
Bez milosci (Polônia)
Urette ægtefolk (Dinamarca)
Szerelem nélkül (Hungria)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia Romântica
Direção: Harold S. Bucquet
Roteiro: Donald Ogden Stewart
Produção: Lawrence Weingarten
Música Original: Bronislau Kaper
Fotografia: Karl Freund
Edição: Frank Sullivan
Direção de Arte: Cedric Gibbons, Harry McAfee
Guarda-Roupa: Irene, Marion Herwood Keyes
Maquiagem: Jack Dawn
Efeitos Sonoros: Douglas Shearer
Efeitos Especiais: A. Arnold Gillespie, Peter Ballbusch, Charles D. Hall
Nota: 8.0
Filme Assistido em: 1993

Elenco

Spencer Tracy Pat Jamieson
Katharine Hepburn Jamie Rowan
Lucille Ball Kitty Trimble
Keenan Wynn Quentin Ladd
Carl Esmond Paul Carrell
Gloria Grahame Florista
Patricia Morison Edwina Collins
Felix Bressart Prof. Ginza
Emily Massey Anna
George Davis Zelador
George Chandler Ascensorista
Charles Arnt Coronel Braden
Clancy Cooper Sargento
James Flavin Sargento
Wallis Clark Prof. Thompson
Donald Curtis Prof. Ellis
William Forrest Médico
Garry Owen Soldado
Joe Devlin Soldado
Wally Boag Soldado
Eddie Acuff Taxista
Hazel Brooks Jovem no elevador
Sayre Dearing Homem no elevador

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Durante a segunda guerra mundial, Pat Jamieson, um cientista apaixonado de Chicago, viaja para Washington a fim de trabalhar em um projeto secreto para desenvolver uma máscara de oxigênio para pilotos voando em grandes altitudes. Sem um lugar adequado para conduzir suas pesquisas, ele aceita o convite de um estranho, Quentin Ladd, que se acha embriagado, para ir até a casa de uma prima dele, Jamie Rowan. Esta, casualmente, o convida para passar a noite.

Na manhã seguinte, Quentin encontra Pat a mexer em alguns instrumentos científicos, no porão da casa, e percebe que seu convidado tem a intenção de permanecer na casa. No decorrer do dia, Pat descobre, através de Quentin, que Jamie é uma mulher solitária e infeliz que está tentando vender sua casa. A ideia de Pat era a de usar o porão da casa como seu laboratório, mas ao insultar Edwina Collins, noiva de Quentin, é convidado para se retirar imediatamente.

Ao se encaminhar para fora da casa, no entanto, ele se encontra com Jamie, que o confunde com um candidato ao cargo de zelador da casa. Pensando rapidamente, ele finge interesse pelo cargo e usa de seu charme para conseguir a aprovação da proprietária. Logo em seguida, Jamie e Edwina descobrem que ele é um cientista conhecido. Adicionalmente, ao tomar conhecimento de que o pai dele era um grande amigo de seu pai, Jamie o convida para permanecer em sua casa.

Pat deixa claro que o acordo ao qual chegaram é estritamente profissional, como zelador, mas Jamie logo começa a se interessar por ele. Com o passar do tempo, eles percebem que ambos compartilham uma aversão à noção romântica do amor, tendo ambos saídos feridos em experiências passadas.

Certo dia, Kitty Trimble, uma empresária, mostra a casa de Jamie a Paul Carrell, um potencial comprador que, por coincidência, é um velho amigo de Pat. Paul flerta com Jamie e, posteriormente, ela comenta com Pat que a visita de Paul produziu um estranho efeito sobre ela. Após decidir que deve parar de viver no passado, e encorajada por sua nova visão de vida, Jamie propõe casamento a Pat. Ela insiste, no entanto, que o casamento deles deve ser descomplicado, movido apenas por amor, companheirismo e confiança. Pat aceita sua proposta e eles desenvolvem uma relação platônica, deliberadamente desprovida de intimidade. Eles também desenvolvem uma parceria profissional, quando ela passa a ajudá-lo em seus experimentos.

Algum tempo depois, Paul questiona Jamie sobre seu casamento, acusando-a de ter entrado numa união sem amor. Em seguida, ao ser beijada por ele, ela protesta e lhe confessa que se acha apaixonada por Pat. A súbita compreensão de que está realmente apaixonada, faz com que ela acompanhe o marido em sua viagem à Chicago, onde ele vai apresentar oficialmente sua máscara de oxigênio. A apresentação é um sucesso, mas uma série de mal-entendidos faz com que Jamie regresse antecipadamente à Washington.

Ao chegar à capital americana, ela encontra uma ex-namorada francesa de Pat e tenta adotar seu estilo sedutor para impressionar seu marido quando de seu retorno. Ao voltar para casa, Pat não aprecia a mudança de comportamento de Jamie, mas quando ele confessa que realmente a ama, Jamie o abraça apaixonadamente.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta britânico Harold S. Bucquet, “Sem Amor” é um bom filme do cinema americano de meados dos anos 1940. É um dos menos conhecidos filmes da dupla Spencer Tracy/Katharine Hepburn e não se encontra entre os melhores.

Bucquet, embora não se mostre brilhante na direção, realiza um bom trabalho. O ponto alto do filme é, sem nenhuma dúvida, a habitual e ótima química demonstrada pelos dois atores principais.

CAA