Filmes por gênero

UMA MULHER DESCASADA (1978)

An unmarried woman
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Uma mulher só (Portugal)
La femme libre (França)
Una donna tutta sola (Itália)
Una mujer descasada (Espanha, Argentina, México, Peru)
Eine entheiratete frau (Alemanha)
En fri kvinna (Suécia)
En fri kvinde (Dinamarca)
Niezamezna kobieta (Polônia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Drama, Romance
Direção: Paul Mazursky
Roteiro: Paul Mazursky
Produção: Paul Mazuesky, Anthony Ray
Design Produção: Pato Guzman
Música Original: Bill Conti
Fotografia: Arthur Ornitz
Edição: Stuart H. Pappé
Figurino: Albert Wolsky
Guarda-Roupa: Max Solomon, Beverly Cycon
Maquiagem: Mike Maggi
Efeitos Sonoros: Dennis Maitland, Les Fresholtz, Michael Minkler, Arthur Piantadosi
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1979

Elenco

Jill Clayburgh Erica
Alan Bates Saul
Michael Murphy Martin
Cliff Gorman Charlie
Patricia Quinn Sue
Kelly Bishop Elaine
Lisa Lucas Patti
Linda Miller Jeannette
Andrew Duncan Bob
Daniel Seltzer Dr. Jacobs
Matthew Arkin Phil
Penelope Russianoff Tanya
Novella Nelson Jean
Raymond J. Barry Edward
Ivan Karp Herb Rowan
Jill Eikenberry Claire
Michael Tucker Fred
Donna Perich Sophie
Paul Mazursky Hal
Karen Ford Secretária executiva
Alice J. Kane Garçonete
Alison Tucker Alison

Prêmios

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Não Europeu (Paul Mazursky)

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio de Melhor Atriz (Jill Clayburgh)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro (Paul Mazursky)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro (Paul Mazursky)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Roteiro (Paul Mazursky)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme (Paul Mazursky, Anthony Ray)

Oscar de Melhor Atriz (Jill Clayburgh)

Oscar de Melhor Roteiro Original (Paul Mazursky)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz (Jill Clayburgh)

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Paul Mazursky)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Roteiro (Paul Mazursky)

Prêmio de Melhor Direção (Paul Mazursky)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Bill Conti)

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Jill Clayburgh)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Paul Mazursky)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Atriz (Jill Clayburgh)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Paul Mazursky)

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Atriz (Jill Clayburgh)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Drama escrito diretamente para o cinema (Paul Mazursky)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Erica e Martin moram e trabalham em Nova York.  Ele é corretor da Bolsa de Valores enquanto ela trabalha numa Galeria de Arte, no Soho.  Mantendo um casamento feliz por 17 anos, o casal tem uma precoce e espirituosa filha adolescente de 15 anos, Patti.

Toda semana, Erica se reúne com um grupo de amigas, todas na faixa de trinta e poucos anos, quando dividem suas experiências.  Erica é a única que se sente feliz e realizada no casamento.  Elaine é divorciada e se sente desgostosa em relação aos homens;  Jeannette está tendo um caso com um jovem de 19 anos; e Sue parece apenas tolerar um casamento em que não se sente feliz.

Um dia, quando ela menos espera, Martin lhe confessa que vem mantendo um caso com uma jovem mulher por mais de um ano e que está decidido a sair de casa.  Erica fica arrasada, incapaz de imaginar a vida sem seu marido.

O grupo de amigas lhe dá todo o suporte de que ela necessita para ir em frente.  Elaine confessa que sua vida melhorou bastante a partir de sua separação e divórcio.  Adicionalmente, Erica procura ajuda junto à sua terapeuta, Tanya.

Com o passar do tempo, ela cede aos seus desejos sexuais, passando uma noite com Charlie, um amigo que vinha tentando ganhar sua afeição em suas repetidas visitas à Galeria de Arte.  Mas é com Saul, um respeitado artista que mora e trabalha no Soho, que ela volta a preencher sua vida, juntamente com o seu trabalho na Galeria.

imagem imagem imagem

Comentários

"Uma Mulher Descasada" é um excelente filme.  Escrito e dirigido pelo cineasta Paul Mazursky, o filme procura retratar de forma realista e, ao mesmo tempo, sensível, uma geração de mulheres com suas crises conjugais e a forma como enfrentam o dilema do divórcio.

O roteiro é perfeito, os diálogos soam o mais natural possível, o que ajuda no desempenho dos diversos personagens.  A trilha sonora, com o lamento de seu saxofone, é um outro ponto alto do filme.  Há ainda a fotografia de Arthur Ornitz, com suas lentes captando belos cenários da cidade, como as tomadas do Soho, do Village e do Upper Eastside.

As principais atrizes estão ótimas que nem parecem estar representando.  O grande destaque é, sem dúvida, Jill Clayburgh, com uma atuação brilhante, no papel de uma mulher casada de meia-idade que se vê trocada por uma jovem.

CAA