Filmes por gênero

JOHNNY & JUNE (2005)

Walk the line
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: En la cuerda floja (Espanha)
Quando l'amore brucia l'anima (Itália)
Johnny & June - Pasión y locura (Argentina)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Biográfico, Música, Melodrama
Direção: James Mangold
Roteiro: James Mangold, Gill Dennis
Produção: James Keach, Cathy Konrad
Design Produção: David Bomba
Música Original: T-Bone Burnett
Música Não Original: Johnny Cash, June Carter Cash, Helen Carter, Mother Maybelle Carter, Hank Carter, Gaby Rodgers, Arthur Crudup
Fotografia: Phedon Papamichael
Edição: Michael McCusker
Direção de Arte: John Jensen, Rob Simons
Figurino: Arianne Phillips
Guarda-Roupa: Wendy M. Craig, Rachel A. Walker, Pam Lisenby e outros
Maquiagem: Michelle Vittone, Brad Wilder, Gloria Belz e outros
Efeitos Sonoros: Paul Massey, Donald Sylvester, Dennis Rogers e outros
Efeitos Especiais: Ron Bolanowski, Robert Bolanowski
Efeitos Visuais: Robert Stromberg, Julia Frey, Paul Graff
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 2006

Elenco

Joaquin Phoenix Johnny Cash
Reese Witherspoon June Carter
Ginnifer Goodwin Vivian Cash
Robert Patrick Ray Cash
Dallas Roberts Sam Phillips
Larry Bagby Marshall Grant
Dan John Miller Luther Perkins
Shelby Lynne Carrie Cash
Tyler Hilton Elvis Presley
Waylon Payne Jerry Lee Lewis
Lucas Till Jovem Jack Cash
Shooter Jennings Waylon Jennings
Sandra Ellis Lafferty Maybelle Carter
Kerris Dorsey Kathy Cash
Delaney Keefe Cindy Cash
Dan Beene Ezra Carter
Ridge Canipe Jovem J. R.
Victoria Hester Carlene Carter
Johnny Holiday Carl Perkins
Brittany Shaw Etta Grant
Hailey Anne Nelson Roseanne Cash
McGhee Monteith Reba Cash
Valerie Lewis Anita Carter

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Reese Witherspoon)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz (Reese Witherspoon)

Prêmio de Melhores Efeitos Sonoros

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Ator em um Musical ou Comédia (Joaquin Phoenix)

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Reese Witherspoon)

Prêmios Amanda - Festival de Haugesund, Noruega

Amanda de Melhor Filme Estrangeiro

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Reese Witherspoon)

Prêmios para Jovens Artistas, EUA

Prêmio de Melhor Ator Jovem em Papel Coadjuvante (Ridge Canipe)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator (Joaquin Phoenix)

Oscar de Melhor Edição

Oscar de Melhor Mixagem de Som

Oscar de Melhor Figurino

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio Anthony Asquith de Melhor Música (T-Bone Burnett)

Prêmio de Melhor Ator (Joaquin Phoenix)

Videoclipes

70 anos de cinema 70 anos de cinema

Sinopse

Na década de 30, um garoto pobre de Arkansas aprende a cantar hinos religiosos e desenvolve uma paixão pela música, ouvindo canções na emissora de rádio da família Carter.  Protegido pela mãe e sempre alvo do alcoolismo do pai, tem uma infância triste, decorrente da trágica morte do irmão, com quem era muito ligado.  Desenvolve culpa pelo acidente, que é intensificada pelo rancor do pai, que acredita ter perdido o filho errado.  Assim cresce, até o dia em que sai de casa para servir à Força Aérea dos Estados Unidos, na Alemanha, como operador de rádio.  É lá que ele compõe suas primeiras melodias, posteriormente sucessos por toda a América do Norte.

Em 1954, volta para os EUA e se casa com seu primeiro amor, Vivian Liberto.  Mudam-se para Memphis, onde Johnny tenta ganhar a vida como caixeiro viajante, enquanto espera dar início à sua carreira musical.  Johnny e Vivian têm duas filhas.

Com seus vizinhos, dois mecânicos de automóvel, monta uma banda e nutre o sonho de gravar um álbum.  Numa audição com o lendário Sam Phillips, do selo Sun Records, ele se mostra como um cantor de gospel.  Irritado com o descrédito do empresário, transforma-se no "homem de preto", sendo herói de várias gerações.  É contratado, juntamente com a banda, que ganha o nome de "Johnny Cash and Tennessee Two".  O grupo consegue seu primeiro sucesso em 1955 com "Cry, Cry, Cry", seguido de "Folsom Prison Blues".

Enquanto a febre do 'rock and roll' cresce no começo dos anos 60, Johnny chega a fazer uma média de 300 shows por ano, e a pressão intensa acaba fazendo com que ele desenvolva uma dependência por anfetaminas e barbitúricos, comprometendo seu casamento e a vida familiar.  Durante esse período, conhece June Carter, a quem muito admirava.  Filha da lendária Mother Maybelle Carter, June havia crescido no coração da música country.  Sem a voz melódica de suas irmãs, torna-se uma comediante nos palcos.

Quando June encontra Johnny pela primeira vez, estava casada com o cantor country Carl Smith, com quem teve a filha Carlene e, depois de um difícil divórcio, casa-se com Edwin Nix, com quem tem outra filha, Rozanna.  Ao ficar sozinha de novo, passa a excursionar com Johnny, iniciando um relacionamento íntimo, ainda que o romance deles levasse outra década para começar.

O vício de Johnny o leva à prisão em El Paso em 1965, ao tentar atravessar a fronteira carregando anfetaminas no estojo de seu violão.  Com a carreira e o futuro ameaçados, Johnny recebe ajuda de June, que o faz abandonar sua dependência e redescobrir sua fé religiosa.  No mesmo mês, Johnny volta aos palcos com um show espetacular na Prisão Folsom.  No alto do sucesso, pede June em casamento em pleno palco e começa uma nova fase de sua vida.

Johnny ganha dez prêmios Grammy, torna-se parte da Galeria da Fama do 'Rock and Roll' e do "Country", tornando-se a única pessoa, além de Elvis Presley, a ser aceita em ambas.  June ganha três Grammys, incluindo dois pelo seu último album "Wildwood Glower".  June morre em maio de 2003 e Johnny a seguir em setembro do mesmo ano.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseado na vida de um dos maiores ícones da música americana, "Johnny & June" é um ótimo filme.  Realizado pelo cineasta James Mangold, que também co-assina o roteiro, o filme procura focar o sucesso das músicas desse ídolo e, paralelamente, seu romance com June Carter, uma jovem criada numa família ligada à música country.    
Mangold apresenta um trabalho cheio de altos e baixos.  A música é vibrante e um dos pontos altos do filme.  Mas são as atuações de Joaquin Phoenix e de Reese Witherspoon, as grandes estrelas desse filme.  Os dois, inclusive, usam suas próprias vozes, o que dão um maior realismo a suas apresentações.  Reese teve seu trabalho reconhecido ao ser agraciada com o Oscar de Melhor Atriz.  Joaquin, entretanto, não teve a mesma sorte, ao concorrer com a extraordinária atuação de Philip Seymour Hoffman em "Capote".

CAA