Filmes por gênero

TODOS OS HOMENS DO PRESIDENTE (1976)

All the President's men
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Os homens do Presidente (Portugal)
Les hommes du président (França, Canadá)
Tutti gli uomini del presidente (Itália)
Todos los hombres del presidente (Espanha, Argentina, México)
Die Unbestechlichen (Alemanha)
Alla presidentens män (Suécia)
Alle præsidentens mænd (Dinamarca)
Wszyscy ludzie prezydenta (Polônia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Histórico, Mistério, Suspense
Direção: Alan J. Pakula
Roteiro: William Goldman
Produção: Walter Coblenz
Design Produção: George Jenkins
Música Original: David Shire
Fotografia: Gordon Willis
Edição: Robert L. Wolfe
Guarda-Roupa: Jules Melillo, Bernie Pollack, G. Perez
Maquiagem: Gary Liddiard, Don L. Cash, Fern Buchner
Efeitos Sonoros: James E. Webb, Arthur Piantadosi, Les Fresholtz e outros
Efeitos Especiais: Henry Millar
Nota: 9.2
Filme Assistido em: 1977

Elenco

Dustin Hoffman Carl Bernstein
Robert Redford Bob Woodward
Jack Warden Harry Rosenfeld
Martin Balsam Howard Simons
Hal Holbrook Garganta Profunda
Jason Robards Ben Bradlee
Jane Alexander Judy Hoback
Meredith Baxter Debbie Sloan
Ned Beatty Martin Dardis
Stephen Collins Hugh Sloan Jr.
Penny Fuller Sally Aiken
Robert Walden Donald Segretti
Frank Wills Frank Wills
F. Murray Abraham Sgt. Paul Leeper
David Arkin Eugene Bachinski
Henry Calvert Bernard L. Barker
Dominic Chianese Eugenio R. Martinez
Bryan Clark Advogado
Lindsay Crouse Kay Eddy
Valerie Curtin Srta. Milland
John McMartin Editor estrangeiro
Frank Latimore Juiz
Ron Hale Frank Sturgis
Richard Herd James W. McCord, Jr.
Polly Holliday Secretária de Dardis
James Karen Advogado de Hugh Sloan
Gene Lindsey Alfred D. Baldwin
Allyn Ann McLerie Carolyn Abbott
Jess Osuna Joe, agente do FBI
Joshua Shelley Al Lewis
Jeff MacKay Repórter
Noreen Nielson Repórter
Peter Salim Repórter
Marvin Smith Repórter

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (William Goldman )

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Jason Robards)

Oscar de Melhores Efeitos Sonoros (Arthur Piantadosi, Les Fresholtz, Rick Alexander, James Webb )

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (George Jenkins, George Gaines)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jason Robards)

Prêmio de Melhor Direção (Alan J. Pakula)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jason Robards)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Filme

Preêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jason Robards)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Drama adaptado de material previamente publicado (William Goldman )

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme (Walter Coblenz)

Oscar de Melhor Direção (Alan J. Pakula)

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Jane Alexander)

Oscar de Melhor Edição (Robert L. Wolfe)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jason Robards)

Prêmio de Melhor Direção (Alan J. Pakula)

Prêmio de Melhor Fotografia (Gordon Willis)

Prêmio de Melhor Edição (Robert L. Wolfe)

Prêmio de Melhores Design de Produção / Direção de Arte (George Jenkins)

Prêmio de Melhor Roteiro (William Goldman)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Milton Burrow, James Webb, Arthur Piantadosi, Rick Alexander)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Martin Balsam)

Prêmio de Melhor Ator (Dustin Hoffman)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Roteiro (William Goldman )

Prêmio de Melhor Direção (Alan J. Pakula)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jason Robards)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Alan J. Pakula)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Diretor (Alan J. Pakula)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1972, depois que a sede do Partido Democrata, localizada no Conjunto Watergate, é invadida por cinco homens, Bob Woodward, que trabalhava apenas há nove meses como repórter do jornal “The Washington Post”, na editoria de cidades, é indicado para cobrir o caso, que se transforma num dos grandes escândalos da política interna americana.

Quando o processo chega aos tribunais, Woodward não dá sossego a um dos advogados presentes na sessão, querendo saber qual a sua ligação com os suspeitos.

A partir daí, começa a investigar e ir fundo em suas pesquisas e acaba descobrindo muito mais do que poderia imaginar.

Carl Bernstein, um jornalista mais experiente e especializado em assuntos políticos, também entra fundo nas investigações.  Ambos fazem uma pesquisa minuciosa de cada detalhe que possa estar envolvido no caso. 

imagem imagem imagem

Comentários

"Todos os Homens do Presidente" é um excelente filme sobre política e corrupção.  Realizado pelo cineasta Alan J. Pakula, o filme narra o trabalho de dois repórteres do "Washington Post", Bob Woodward e Carl Bernstein, durante o famoso escândalo de Watergate e que teve, como conseqüência, a queda do presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon.

Pakula realiza um ótimo trabalho, evitando o sensacionalismo, mas visualizando a complexidade de sua história, sem perder seu foco.  A fotografia de Gordon Willis consegue criar uma atmosfera tensa, adequada à trama.

Robert Redford e Dustin Hoffman estão perfeitos como os repórteres Woodward e Bernstein.  Além desses dois grandes atores, o filme conta com um elenco coadjuvante de peso, onde se destacam as atuações de Jason Robards, Jane Alexander, Jack Warden e Martin Balsam.

Enfim, "Todos os Homens do Presidente" é um imperdível filme sobre conspiração política.

CAA