Filmes por gênero

FAMINTAS DE AMOR (1957)

Until they sail
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Femmes coupables (França)
Quattro donne aspettano (Itália)
Mujeres culpables (Espanha)
Land ohne Männer (Alemanha)
Kvinnors längtan (Suécia)
Sziget a napon (Hungria)
Kunnes he palaavat (Finlândia)
Пока не поплывут (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: 2ª Guerra Mundial, Drama, Romance
Direção: Robert Wise
Roteiro: Robert Anderson
Produção: Charles Schnee
Música Original: David Raksin
Coreografia: Alex Romero
Fotografia: Joseph Ruttenberg
Edição: Harold F. Kress
Direção de Arte: Paul Groesse, William A. Horning
Maquiagem: William Tuttle
Efeitos Sonoros: James F. Gaither Jr., Wesley C. Miller, John Speak
Efeitos Especiais: A. Arnold Gillespie, Lee LeBlanc
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1959

Elenco

Jean Simmons Barbara Leslie Forbes
Joan Fontaine Anne Leslie
Paul Newman Capitão Jack Harding
Charles Drake Capitão Richard Bates
Piper Laurie Delia Leslie Friskett
Sandra Dee Evelyn Leslie
Wally Cassell Phil "Shiner" Friskett
Alan Napier Promotor
Ralph Votrian Max Murphy
Robert Keys Major Campbell
Anne Wakefield Sra. Campbell
Adam Kennedy Andy, amante de Delia
John Wilder Tommy
Kendrick Huxham Juiz
Ben Wright Advogado de defesa
Vesey O'Davoren Reverendo, no casamento de Delia
Tige Andrews Fuzileiro naval
James Todd Advogado
Pat O'Hara Policial
Tom Mayton Fuzileiro naval
Roger McGee Fuzileiro naval

Indicações

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Revelação Feminina (Sandra Dee)

Sinopse

Em um tribunal de Wellington, Nova Zelândia, Barbara Leslie ouve o depoimento sobre sua irmã Delia e recorda os acontecimentos que levaram ao mesmo:

As irmãs Barbara, Anne e as mais novas Evelyn e Delia, vivem em Christchurch, onde a maioria de seus cidadãos está participando ou se preparando para participar da Segunda Guerra Mundial, incluindo seu irmão Kit e o novo marido de Barbara, Mark Forbes. Sem contarem com seus pais, as irmãs se consolam indicando em um mapa os locais em que seus entes queridos se encontram. Certa noite, Delia alegremente anuncia seu noivado com um dos poucos solteiros restantes em Christchurch, Phil "Shiner" Friskett, mas a notícia da morte de Kit acaba com a alegria das jovens. Mais tarde, a solteirona Anne expressa sua desaprovação ao casamento, mas Barbara defende a felicidade de Delia. Pouco antes de partir para a guerra, Shiner e Delia se casam.

Apesar dos protestos de Barbara, Delia, agora solitária, muda-se para Wellington, uma cidade maior, a fim de trabalhar para a Marinha. Quando os Estados Unidos enviam várias centenas de fuzileiros para Christchurch, após o ataque em Pearl Harbor em 1941, muitos deles flertam com as mulheres solitárias da cidade.  A ingênua Evelyn, de quatorze anos de idade, não resiste e convida o Capitão Richard Bates para um jantar. O capitão, bem-educado, declina do convite, não sem antes chamar a atenção de Anne. Sem imaginar que Delia tenha esquecido os seus votos de casamento, Anne envia Barbara à Wellington, onde Delia se acha registrada em um hotel com seu nome de solteira.

Depois que Barbara lhe informa que Shiner se tornou um prisioneiro de guerra, Delia a apresenta ao seu amante, um tenente americano chamado Andy, e anuncia que planeja se divorciar e começar uma nova vida nos Estados Unidos. Chocada com o adultério da irmã, Barbara está prestes a ir embora quando Andy, desajeitadamente, explica-lhe que ele foi criado com os mesmos valores familiares de suas irmãs. Convidando-a para se juntar a eles em um bar de Wellington, Andy apresenta Barbara a seu amigo Jack Harding, um soldado divorciado e desiludido, encarregado de investigar as prováveis noivas de soldados americanos na Nova Zelândia. Uma vez a sós com Jack, Barbara critica duramente os americanos por seduzirem as mulheres neozelandesas com bugigangas e dinheiro. Jack retruca dizendo que, embora muitos homens tenham mulheres e filhos em casa, "a guerra os torna estranhos companheiros". Ao compartilharem um olhar melancólico, Barbara, embora fiel a seu marido, mostra-se incomodada por se sentir atraída por ele, pedindo-lhe desculpas.

Mais tarde, em Christchurch, Anne se mostra indignada quando soldados americanos fazem sugestões lascivas na loja de lingerie onde trabalha, e resolve fazer uma queixa, que posteriormente é publicada no jornal local. Certa noite, Richard é enviado à casa das Leslie para entregar um pedido formal de desculpas pelo comportamento dos fuzileiros navais. Encantada pela sua cortesia e sua boa aparência, Anne o convida para jantar naquela noite, quando ele presenteia cada uma das irmãs com um vidro de perfume. Inadvertidamente, ela revela seu interesse por ele, ao dizer que é uma pena que alguém que a gente gosta, use de um ardil tão comum para seduzi-la.

Algum tempo depois, as esperanças de Barbara e Anne são frustradas quando elas tomam conhecimento da morte de Mark e da partida de Richard. No entanto, quando Richard retorna à Nova Zelândia para se recuperar de uma lesão, meses mais tarde, um romance entre ele e Anne tem início. Logo depois, ele propõe casamento à Anne, mas antes que a necessária investigação conjugal seja feita, ele é obrigado a partir novamente, deixando-a grávida e sem certeza de seu futuro. Dias mais tarde, Jack surpreende Barbara em sua casa, quando ele lhe fala sobre sua investigação em relação à Anne. Segundo ele, os romances em tempos de guerra são, na maioria das vezes, resultados da solidão e não do amor, fazendo com que a solidão seja esquecida através do álcool. Barbara acha sua colocação muito infeliz. Pouco tempo depois, ela toma conhecimento da morte de Richard.

Semanas mais tarde, Jack encontra Barbara num baile da cidade, ocasião em que ela volta a criticar sua colocação em relação à solidão. Achando que ela está com a razão, ele termina em seus braços, naquela noite, iniciando uma forte amizade entre os dois. Meses depois, na véspera do Natal, Jack comemora a festiva data na casa das irmãs Leslie, onde Anne se encontra com seu recém-nascido filho. Em um momento a sós com Barbara, Jack anuncia sua partida imediata para o front, ocasião em que sua paixão reprimida é marcada por um forte abraço amoroso. Meses mais tarde, Tommy, o namorado de Evelyn, retorna da guerra e lhe propõe casamento. Apesar de seus breves flertes com soldados americanos, ela o ama e segue com ele para Oakland.

Por outro lado, em uma coluna de jornal contendo anúncios pessoais de famílias americanas, Barbara encontra um da Sra. Bates, mãe de Richard, e escreve para ela. Em sua resposta, a Sra. Bates anexa dinheiro para Anne e seu filho, para que eles possam se mudar para Oklahoma, onde se encontra a família de Richard. Quando sua partida se aproxima, Delia vem de Wellington para a despedida da irmã, bem como, para se encontrar com Shiner, que acabara de chegar da guerra. Naquela noite, quando Delia não nega as acusações de infidelidade e pede o divórcio à Shiner, para viajar com seu amante para os Estados Unidos, ele a mata com uma espada japonesa que trouxe dos campos de batalha. Semanas mais tarde, durante o julgamento do crime, Jack se vê forçado a revelar, em seu relatório investigativo, que Delia teria tido sete soldados americanos como seus amantes.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Robert Wise, a partir de um roteiro escrito por Robert Anderson, “Famintas de Amor” é um filme norte-americano produzido pela Metro-Goldwyn-Mayer (MGM) em 1957. Sua trama, baseada numa estória de James A. Michener, fala dos relacionamentos amorosos de quatro irmãs neozelandesas, quando as tropas militares norte-americanas chegaram ao país durante a 2ª Guerra Mundial.

A direção de Wise é razoavelmente boa, embora apresente alguns trechos com um ritmo um pouco lento. O roteiro, assinado por Robert Anderson, se mostra inteligente e, ao mesmo tempo, ousado, ao tratar em 1957 de temas sexuais como promiscuidade e filhos fora do casamento. Na área técnica, merece ainda ser destacada a fotografia em preto e branco, a cargo de Joseph Ruttenberg.

No elenco, destacam-se as atuações de Jean Simmons, Joan Fontaine e Paul Newman, seguidas pelas de Piper Laurie e Sandra Dee, esta última estreando no cinema e sendo indicada ao prêmio Globo de Ouro de Melhor Revelação Feminina.

CAA