Filmes por gênero

PODEROSA AFRODITE (1995)

Mighty Aphrodite
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Maudite Aphrodite (França, Canadá)
La dea dell'amore (Itália)
Poderosa Afrodita (Espanha, México, Argentina)
Geliebte Aphrodite (Alemanha)
På tal om Afrodite (Suécia)
Mig og Afrodite (Dinamarca)
Jej wysokosc Afrodyta (Polônia)
Великая Афродита (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Fantasia, Romance
Direção: Woody Allen
Roteiro: Woody Allen
Produção: Robert Greenhut, Helen Robin
Design Produção: Santo Loquasto
Direção Musical: Dick Hyman
Coreografia: Graciela Daniele
Fotografia: Carlo Di Palma
Edição: Susan E. Morse
Direção de Arte: Tom Warren
Figurino: Jeffrey Kurland
Guarda-Roupa: Benjamin Wilson, Melissa Stanton
Maquiagem: Alessandro Bertolazzi, Rosemary Zurlo, Fern Buchner
Efeitos Sonoros: Robert Hein, Lee Dichter, Stuart Levy, Gary Alper e outros
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1997

Elenco

Woody Allen Lenny
Helena Bonham Carter Amanda
Mira Sorvino Linda Ash
Michael Rapaport Kevin
Peter Weller Jerry Bender
Jimmy McQuaid Max
Nolan Tuffy Max, aos dois anos
Dan Moran Ricky, o cafetão
Al Cerullo Don, piloto do helicóptero
Steven Randazzo Bud
J. Smith-Cameron Esposa de Bud
Donald Symington Pai de Amanda
Claire Bloom Mãe de Amanda
Paul Herman Amigo de Ricky
Yvette Hawkins Diretora da Escola
Rosemary Murphy Coordenadora de Processo de Adoção
Jennifer Greenhut Secretária de Lenny
Kenneth Edelson Ken
Danielle Ferland Cassandra
Joseph P. Coleman Ator de filme pornô
Georgette Pasare Atriz de filme pornô
David Ogden Stiers Laius
Olympia Dukakis Jocasta
Jeffrey Kurland Oedipus
Tony Sirico Treinador de Boxe
Ray Garvey Treinador de Boxe
Paul Navarra Repórter esportivo

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Prêmios Butaca, Barcelona, Espanha

Prêmio Butaca de Melhor Filme (Woody Allen)

Prêmios Chlotrudis - Massachusetts, USA

Prêmio Chlotrudis de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Associação dos Críticos de Cinema de Dallas-Fort Worth - USA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Fotografia (Carlo Di Palma)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Associação dos Críticos de Cinema do Sudeste, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original (Woody Allen)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Filme Estrangeiro (Woody Allen)

David de Melhor Ator Estrangeiro (Woody Allen)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Mira Sorvino)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro escrito diretamente para o cinema (Woody Allen )

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Lenny é um jornalista esportivo em Manhattan, casado com uma ambiciosa mulher, Amanda.  O casal decide adotar um bebê, um menino a quem dão o nome de Max.
À medida que os meses passam, fica cada vez mais claro para Lenny que seu filho é uma criança superdotada.

Lenny se torna cada vez mais obcecado em conhecer a identidade da mãe biológica de Max. Depois de uma incessante busca, ele finalmente fica perturbado ao descobrir que se trata de uma prostituta e atriz de filmes pornôs. Seu nome de batismo é Leslie, mas é conhecida como Linda Ash, seu nome artístico. Seu maior sonho é tornar-se atriz de teatro.

Lenny marca um encontro para conhecê-la no apartamento dela. No encontro, ele procura ajudá-la monetariamente e lhe pede para ficar longe da prostituição e começar uma vida saudável. No entanto, ela reage de forma agressiva, devolvendo seu dinheiro e o obrigando a ir embora.

Lenny, entretanto, mostra-se determinado a conseguir sua amizade e a melhorar sua vida. Inicialmente, ele consegue fazer com que ela se afaste de seu violento cafetão e, em seguida, procura fazer com que ela reate uma antiga relação com Kevin, um ex-boxeador. Por outro lado, Lenny e Amanda vão se afastando devido à obsessão dele por Linda, mas também pelo envolvimento dela com um colega de trabalho, Jerry Bender.

Lenny e Linda procuram consolar um ao outro e terminam finalmente se envolvendo sexualmente. No entanto, no dia seguinte, Lenny se reconcilia com Amanda, ocasião em que ambos percebem que ainda se amam.

Por outro lado, Linda tenta sem sucesso voltar para Kevin, mas certo dia, ao conhecer Don, um piloto de helicóptero, os dois se apaixonam e terminam casados, embora ela se ache grávida de Lenny.

Anos mais tarde, Linda, com sua filha, e Lenny, com Max, reúnem-se em uma loja de brinquedos. Embora não percebam, um cria o filho do outro. Na ocasião, ela agradece a Lenny por tudo que ele fez para ajudá-la.

imagem

Comentários

Escrita e dirigida pelo grande cineasta Woody Allen, “Poderosa Afrodite” é uma interessante comédia norte-americana de meados dos anos 1990. Sua trama, inspirada na história de Pigmaleão, da mitologia grega, faz com que Allen inove ao comentar as ações através de um côro da Grécia antiga.

Com um roteiro bastante original e personagens cativantes, em particular aquele da mãe do garotinho, admiravelmente interpretada por Mira Sorvino, Allen nos brinda com um admirável trabalho de direção.

Enfim, “Poderosa Afrodite” é, sem nenhuma dúvida, uma comédia que merece ser vista.

CAA