Filmes por gênero

FOGUEIRA DE PAIXÃO (1947)

Possessed
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Loucura de amor (Portugal)
Possédée (França)
El amor que mata (Espanha)
Anime in delirio (Itália)
Hemmungslose liebe (Austria, Alemanha)
Besatt (Suécia)
Megszállott (Hungria)
Mieletön rakkaus (Finlândia)
Opetana (Polônia)
Одержимая (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Filme Noir, Suspense
Direção: Curtis Bernhardt
Roteiro: Silvia Richards, Ranald MacDougall
Produção: Jerry Wald
Música Original: Franz Waxman
Direção Musical: Leo F. Forbstein
Fotografia: Joseph A. Valentine
Edição: Rudi Fehr
Direção de Arte: Anton Grot
Guarda-Roupa: Bernard Newman, Adrian
Maquiagem: Perc Westmore
Efeitos Sonoros: Robert B. Lee
Efeitos Especiais: Robert Burks, William C. McGann
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1953

Elenco

Joan Crawford Louise Howell
Van Heflin David Sutton
Raymond Massey Dean Graham
Geraldine Brooks Carol Graham
Stanley Ridges Dr. Harvey Willard
John Ridgely Harker
Moroni Olsen Dr. Ames
Erskine Sanford Dr. Max Sherman
Peter Miles Wynn Graham
Jakob Gimpel Pianista
Isabel Withers Enfermeira
Lisa Golm Elsie
Douglas Kennedy Assistente da Promotoria
Monte Blue Norris
Don McGuire Dr. Craig
Griff Barnett Responsável pelas investigações
Henry Sylvester Secretário de Dean Graham
Nana Bryant Pauline Graham
Sarah Padden Sra. Norris
Bunty Cutler Enfermeira
Frank Marlowe Proprietário do Café
Nell Craig Enfermeira do Dr. Ames
Philo McCullough Mordomo
Eddie Hart Tom, atendente no Bar

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Joan Crawford)

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio de Melhor Longa-Metragem (Curtis Bernhardt)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Após se mostrar profundamente perturbada, Louise Howell é levada à ala psiquiátrica de um hospital, onde o Dr. Harvey Willard a convence a relacionar os acontecimentos que a levaram ao seu colapso: no estado de Washington, Louise, que trabalha como enfermeira para a esposa emocionalmente perturbada de Dean Graham, acha-se apaixonada pelo engenheiro David Sutton e quer se casar com ele, mas ele não corresponde ao seu amor e, irritado com sua possessividade, termina seu relacionamento. David, então, pede a Graham, que não sabe de seu caso com Louise, para indicá-lo para um trabalho no Canadá. Louise ouve a conversa e pede mais tarde a David que a leve consigo.

Algum tempo depois, a esposa de Graham, Pauline, afoga-se enquanto Louise se achava fora, na aldeia. Naquela noite, ainda chateada com o comportamento de David, Louise acredita que ouve a mulher a chamá-la, mas a voz, na realidade, pertence à filha de Graham, Carol, que acusa Louise de ter um caso com seu pai. Depois do funeral, Graham pede à Louise para ficar e cuidar de seu filho Wynn. Quando David retorna do Canadá, Louise encontra-se muito chateada. Graham, por outro lado, confessa que se apaixonou por ela, com quem deseja se casar e, embora não o ame, Louise concorda com sua proposta. Antes da cerimônia do casamento, Carol pede desculpas por suas suspeitas e afirma que o médico de Pauline lhe explicou que o ciúme de sua mãe era um sintoma de sua doença.

Certa noite, Louise e Carol encontram David em um concerto. Perturbada com o encontro, Louise sai mais cedo e sofre uma alucinação em que ela fantasia que Carol e David estão apaixonados e conspirando contra ela, bem como, que ela matou Pauline. Preocupada, ela consulta um médico, que a diagnostica com neurastenia e uma possível esquizofrenia, recomendando-lhe que consulte um psiquiatra. Quando ela retorna para casa, pede o divórcio a Graham, mas ele se mostra confiante de que um período de férias na casa da praia vai resolver seus problemas. No entanto, uma vez na casa da praia, onde Pauline morreu, ela passa a imaginar que a falecida esposa de Graham a está conduzindo para o seu próprio suicídio.

Quando Graham lhe pergunta o porquê dela temer tanto Pauline, ela confessa que ajudou Pauline a entrar na água em que ela veio a se afogar. Para alívio de Louise, no entanto, Graham insiste que ela se encontrava na aldeia no momento da morte de Pauline e que, portanto, ela não teve nada a ver com a ocorrência. Mais tarde, quando Graham e Louise saem para dançar, eles encontram Carol e David, que acabaram de se tornar noivos. No encontro, Louise conta para Carol que David é apaixonado por ela, mas a jovem se recusa a acreditar. Furioso, o engenheiro confronta Louise e ameaça contar a Graham sobre o caso que tiveram. Naquela noite, Graham pede à Louise para voltar a ver o seu amigo psiquiatra, Dr. Harvey Willard. Ela concorda, mas depois corre até a casa de David onde o mata com um tiro.

Depois que ela termina de contar sua história, Graham, que foi chamado por Willard, chega ao hospital, onde o psiquiatra lhe informa que Louise pode ser curada, o que faz com que ele decida ficar ao seu lado.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Curtis Bernhardt, a partir de um roteiro escrito por Silvia Richards e Ranald MacDougall, “Fogueira de Paixão” é um ótimo filme ‘noir’ produzido pela Warner Brothers em 1947. Sua trama, baseada num livro de Rita Weiman, é narrada em flasback e marcada por algumas reviravoltas.

Na direção, Bernhardt nos brinda com um excelente trabalho, no que é ajudado pela ótima fotografia a cargo de Joseph A. Valentine, e pela bela trilha sonora assinada pelo grande Franz Waxman.

No elenco, Joan Crawford brilha no papel de Louise Howell, uma mulher com problemas psiquiátricos, o que lhe valeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz, seguida pelas boas atuações de Raymond Massey, Van Heflin e Geraldine Brooks.

CAA