Filmes por gênero

O BANDIDO DA LUZ VERMELHA (1968)

imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: The red light bandit (Estados Unidos)
Le bandit de la lumière rouge (França)
Il bandito della luce rossa (Itália)
El bandido de la luz roja (Argentina)
Punaisen valon rosvo (Finlândia)
Pais: Brasil
Gênero: Crime, Suspense
Direção: Rogério Sganzerla
Roteiro: Rogério Sganzerla
Produção: Rogério Sganzerla, José Alberto Reis, José da Costa Cordeiro
Design Produção: Andrea Tonacci
Música Original: Rogério Sganzerla
Direção Musical: Rogério Sganzerla
Fotografia: Peter Overbeck
Edição: Sílvio Renoldi
Efeitos Sonoros: Júlio Perez Caballar, Edmar Agostinho, Mara Duval
Nota: 7.9
Filme Assistido em: 1969

Elenco

Paulo Villaça Jorginho, o Bandido da Luz Vermelha
Helena Ignez Janete Jane
Sérgio Hingst Milionário
Luiz Linhares Delegado Cabeção
Pagano Sobrinho J. B. da Silva
Sônia Braga Vítima
Lola Brah Grã-fina misteriosa
Miriam Mehler Vítima
Renato Consorte Apresentador de telejornal
Sérgio Mamberti Taxista homossexual
Renata Souza Dantas Vítima
Carlos Reichenbach Gângster
Maurice Capovila Gângster
Antônio Lima Gângster
Roberto Luna Lucho Gatico
José Marinho Tarzan
Ezequiel Neves Repórter
Ítala Nandi
Neville de Almeida

Prêmios

Festival de Cinema de Brasília, DF

Troféu Candango de Melhor Direção (Rogério Sganzerla)

Troféu Candango de Melhor Filme (Rogério Sganzerla)

Troféu Candango de Melhor Edição (Silvio Renoldi )

Troféu Candango de Melhor Figurino (Rogério Sganzerla)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em meados da década de 60, misterioso assaltante leva pânico a residências de luxo da capital paulista.  Bem vestido, Luz Vermelha invade as mansões elegantes durante a madrugada, usando uma lanterna de foco vermelho  (daí a sua alcunha) e um macaco de automóvel.

Após dominar a família, seduz as mulheres ou as estupra, não hesitando em matar se for preciso.  Ao sair, leva dinheiro e jóias de suas vítimas.

Em vários de seus assaltos, permite-se conversar 'socialmente' com suas vítimas, filosofar sobre a justiça dos que, como ele, tiram dos ricos o que não têm.

A polícia faz de tudo para prendê-lo, mas ele sempre consegue se safar.  Recompensas são oferecidas, sem êxito.

Em agosto de 1967, Luz Vermelha é preso em Curitiba.

imagem imagem imagem

Comentários

Inspirado na história real de João Acácio Pereira, "O Bandido da Luz Vermelha" revela o espírito criativo e revolucionário de seu realizador, o diretor e roteirista Rogério Sganzerla.

O filme é considerado um clássico do que se convencionou chamar de 'Cinema Marginal', que se caracteriza por seu teor anárquico, debochado, ousado, com personagens marginais: bandidos, prostitutas, etc.

Além do ótimo trabalho desenvolvido por Sganzerla, "O Bandido da Luz Vermelha" conta com um bom trabalho de montagem e as destacadas atuações de Paulo Villaça e Helena Ignez.   Marca, ainda, a estréia de Sônia Braga no cinema, na época com 18 anos.

CAA