Filmes por gênero

AS MULHERES (1939)

The women
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Mulheres (Portugal)
Femmes (França)
Donne (Itália)
Mujeres (Espanha, México)
Frauen in New York (Austria)
Die Frauen (Alemanha)
Kvinnorna (Suécia)
Женщины (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia Dramática
Direção: George Cukor
Roteiro: Jane Murfin, Anita Loos
Produção: Hunt Stromberg
Música Original: David Snell, Edward Ward
Fotografia: Joseph Ruttenberg, Oliver T. Marsh
Edição: Robert Kern
Direção de Arte: Cedric Gibbons
Figurino: Adrian
Guarda-Roupa: Adrian
Maquiagem: Sydney Guilaroff
Efeitos Sonoros: Douglas Shearer
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1960

Elenco

Norma Shearer Sra. Mary Haines
Joan Crawford Crystal Allen
Rosalind Russell Sra. Sylvia Fowler
Paulette Goddard Miriam Aarons
Joan Fontaine Sra. Peggy Day
Phyllis Povah Sra. Edith Potter
Mary Boland Condessa de Lave
Virginia Weidler A pequena Mary
Lucile Watson Sra. Morehead
Marjorie Main Lucy
Virginia Grey Pat
Ruth Hussey Srta. Watts
Muriel Hutchison Jane
Hedda Hopper Dolly Dupuyster
Florence Nash Nancy Blake
Cora Witherspoon Sra. Van Adams
Dennie Moore Olga
Mary Cecil Maggie
Mary Beth Hughes Srta. Trimmerback
Dorothy Adams Srta. Atkinson
Barbara Jo Allen Recepcionista
Wilda Bennett Sra. Carter
Mariska Aldrich Professora de canto
Joan Blair Srta. Atkins
Betty Blythe Sra. South
Lilian Bond Sra. Erskine
Aileen Carlyle Srta. Hicks
Nell Craig Enfermeira
Ruth Rickaby Enfermeira
Effie Anderson Enfermeira
June Gittelson Sra. Goldstein
Hilda Plowright Srta. Fordyce
Peggy Shannon Sra. Jones
Josephine Whittell Sra. Spencer
Esther Dale Ingrid

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Sylvia Fowler toma conhecimento, através de sua manicure, Olga, que o marido de sua amiga, Mary Haines, está envolvido em um caso com Crystal Allen, uma jovem senhora de 33 anos que trabalha com perfumes. Mary vai dar um almoço, naquela tarde, e Sylvia quer aproveitar a oportunidade para divulgar a notícia entre as amigas da Park Avenue, que se encontrarão lá. Assim, a doce e confiante Mary se torna vítima de insinuações em relação ao marido, situação que piora quando ele pede para cancelar uma viagem que haviam planejado.

Quando a Sra. Morehead, mãe de Mary, a aconselha a ignorar a fofoca e a se comportar como se nada tivesse ocorrido, ela começa a ter suas próprias suspeitas quando o marido frequentemente lhe comunica que vai voltar para casa, mais tarde, por força de excesso de trabalho. Dias depois, para deleite de Sylvia, Mary e Crystal se encontram durante um desfile de modas e a discussão das duas termina na primeira página das colunas sociais. Com seu orgulho ferido, Mary exige o divórcio e logo se dirigirá para Reno.

No trem, Mary encontra sua confusa amiga, Peggy Day, que acabou de deixar seu novo marido, bem como, Miriam Aarons e Flora, a Condessa De Lave, todas em busca de um divórcio. Ao chegarem a um rancho para mulheres, elas se juntam à Sylvia, que foi deixada pelo marido para se unir à gentil Miriam. No dia em que o divórcio de Mary deve sair, Miriam sugere que ela deixe seu orgulho de lado e volte para seu marido, mas, a essa altura, Stephen foi atraído por Crystal.

Dois anos depois, Crystal, agora entediada de Stephen, se volta para Buck Winston, o novo e jovem marido da condessa. Mary ainda anseia por ele, embora não tenha mais esperança, até que sua filha, Little Mary, lhe confidencia que ele e sua atual mulher não se acham bem. Assim, decidida a lutar pelo homem que ama, ela induz Sylvia, que se tornou amiga de Crystal, a divulgar publicamente a infidelidade da amiga. Com Crystal eliminada, Stephen pede para ver Mary, que vai ao seu encontro com os braços abertos.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta George Cukor, a partir de um roteiro escrito por Jane Murfin e Anita Loos, “As Mulheres” é um ótimo filme norte-americano produzido pela Metro-Goldwyn-Mayer (MGM) em 1939. Sua trama, baseada numa peça de Clare Boothe Luce, é uma sátira, na qual, as mulheres reivindicam seu desejo de emancipação, a ponto do filme não ter um único personagem masculino.

Embora não se trate de uma obra premiada, a direção de George Cukor é de primeira linha, mantendo um ótimo ritmo do início ao fim. Por outro lado, seu roteiro é marcado pelo brilho de seus diálogos e pela forma como é analisado o estado psicológico de seus personagens.

No elenco, Norma Shearer, Joan Crawford e Rosalind Russell brilham em seus respectivos papéis, seguidas pela ótimas atuações de Joan Fontaine, Paulette Goddard, Phyllis Povah e Mary Boland.

CAA