Filmes por gênero

CONQUISTANDO WEST POINT (1950)

The West Point story
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Os cadetes divertem-se (Portugal)
Les Cadets de West Point (França, Bélgica)
Los cadetes de West Point (Argentina)
Los cadetes de West Point (Espanha)
Fine and Dandy (UK)
Vårflamman (Suécia)
Regimentet danser (Dinamarca)
Kevätheila (Finlândia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Musical
Direção: Roy Del Ruth
Roteiro: Irving Wallace, Charles Hoffman, John Monks Jr.
Produção: Louis F. Edelman
Música Original: Howard Jackson
Direção Musical: Ray Heindorf
Coreografia: Johnny Boyle Jr., Eddie Prinz, LeRoy Prinz, Al White Jr.
Fotografia: Sidney Hickox
Edição: Owen Marks
Direção de Arte: Charles Clarke
Figurino: Marjorie Best, Milo Anderson
Maquiagem: Otis Malcolm
Efeitos Sonoros: Francis Scheid
Efeitos Especiais: Edwin DuPar
Nota: 7.9
Filme Assistido em: 1952

Elenco

James Cagney Elwin Bixby
Doris Day Jan Wilson
Virginia Mayo Eve Dillon
Gordon MacRae Tom Fletcher
Gene Nelson Hal Courtland
Alan Hale Jr. Bull Gilbert
Roland Winters Harry Eberhart
Wilton Graff Ten. Cel. Martin
Jerome Cowan Sr. Jocelyn
Frank Ferguson Comandante
Joel Marston Cadete
Raymond Roe Esposa de Bixby
Wheaton Chambers Secretário do Presidente
Luther Crockett Senador
Guy de Vestel Premier francês
James Dobson Cadete
Bob Hayden Cadete
John Hedloe Cadete
Don Shartel Cadete

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Trilha Sonora de um Musical (Ray Heindorf )

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de um Musical Americano (John Monks Jr., Charles Hoffman, Irving Wallace)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Elwin Bixby, um antigo bem-sucedido diretor/coreógrafo da Broadway, vive hoje com um subemprego num clube de Nova York de nome Nick's Bohemian Gardens.  Sua namorada de muitos anos,  Eve Dillon, tenta convencê-lo a fazer alguma coisa para reverter essa situação antes que seja tarde demais.
Quando o produtor Harry Eberhart lhe oferece a oportunidade de dirigir um show anual na Academia Militar de West Point, a ser escrito por seu sobrinho, Tom Fletcher, ele recusa o trabalho.  É que, há algum tempo atrás, ao tentar ajudar uma jovem e promissora cantora, Jan Wilson, que trabalhava como corista de um show de Eberhart, este o demitiu da direção do espetáculo e o boicotou na região da Broadway.

Entretanto, ao saber que Eve está pensando em deixá-lo para assumir um trabalho que lhe foi oferecido em Las Vegas, Bixby concorda em conversar com Eberhart.  Este lhe diz que que poderá evitar a ida de Eve para Las Vegas, caso ele aceite ir para West Point e convença Tom a deixar a Academia para trabalhar em seu novo show na Broadway.
Embora odeie o ambiente de West Point, desde a época em que lá serviu, durante a guerra, Bixby aceita o convite e parte para lá em companhia de Eve.  Uma vez na Academia, fica impressionado com o talento de Tom e frustrado pelos regulamentos a serem seguidos.  Durante uma discussão, ele bate num cadete e quase é demitido, mas a administração concorda que ele fique, desde que se torne um cadete.

Ao verificar que seus argumentos não conseguem fazer com que Tom troque sua carreira militar pela Broadway, Bixby contrata Jan Wilson e faz com que ela o ajude no caso de Tom.  No entanto, quanto mais ela ouve os planos de Tom para o futuro, mais se distancia dos objetivos de Bixby, terminando por se apaixonar pelo sobrinho de Eberhart.
Enquanto isso, Bixby continua com seu treinamento em West Point, trabalhando no show em suas horas vagas.  Ao saber do relacionamento entre Jan e Tom, ele a manda de volta para Hollywood.  Tom vai atrás dela, arriscando sua carreira militar.  Quando Jan lhe diz que os planos de sua carreira a impedem de se casar com ele, Tom retorna à West Point, é preso e o show cancelado.Determinada a salvar a carreira de Tom, Eve descobre que Chefes de Estado e Diplomatas podem anistiar cadetes.  Sentindo-se responsável pela situação em que Tom se encontra, Bixby consegue que o Premier francês visite a Academia e consiga o perdão para Tom.Uma vez livre, o jovem cadete retoma o roteiro do show.  Enquanto isso, Bixby faz com que Jan volte para atuar no mesmo.  Tom e Jan se reconciliam e planejam se casar tão logo ele seja graduado.
Eberhart fica zangado ao saber que seu sobrinho decidiu investir em sua carreira militar, tornando-se ainda mais furioso quando a Academia presenteia Bixby com o roteiro e as canções do show, podendo o mesmo produzi-lo na Broadway.

imagem

Comentários

Baseado numa história de Irving Wallace, "Conquistando West Point" é um divertido musical produzido pela Warner Bros.  Realizado pelo cineasta Roy Del Ruth, sua trama mostra um diretor da Broadway e seu esforço para ajudar os cadetes da Academia Militar de West Point a montarem seu show anual, contando para tanto com a ajuda de duas jovens artistas.

A direção de Del Ruth se mostra apenas razoável, embora conte com um roteiro muito bem escrito e marcado por ótimos diálogos.

Sua trilha sonora é seu ponto alto e ouvir Doris Day é sempre um grande prazer.  Vários são os números musicais.  Acostumado a ver James Cagney interpretar gângsteres e outros homens durões, é uma agradável surpresa vê-lo cantar e dançar, além de imprimir sua costumeira e lendária personalidade quando em cena.  Destacam-se, ainda, por suas atuações, as atrizes Virginia Mayo e Doris Day.

CAA