Filmes por gênero

DIABO FEITO MULHER (1952)

Rancho Notorious
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O rancho das paixões (Portugal)
L'ange des maudits (França,Bélgica)
Encubridora (Espanha)
El refugio (Uruguai)
Engel der Gejagten (Alemanha, Austria)
Guldfågeln (Suécia)
Ranczo zloczynców (Polônia)
Guldfuglen (Dinamarca)
Пресловутое ранчо (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: Fritz Lang
Roteiro: Daniel Taradash
Produção: Howard Welsch
Design Produção: Wiard Ihnen
Música Original: Ken Darby, Emil Newman
Direção Musical: Emil Newman
Fotografia: Hal Mohr
Guarda-Roupa: Joe King, Don Loper
Maquiagem: Frank Westmore
Efeitos Sonoros: Mac Dalgleish, Hugh McDowell Jr.
Nota: 7.8
Filme Assistido em: 1954

Elenco

Marlene Dietrich Altar Keane
Arthur Kennedy Vern Haskell
Mel Ferrer Frenchy Fairmont
Gloria Henry Beth Forbes
William Frawley Baldy Gunder
Lisa Ferraday Maxine
Jack Elam Mort Geary
George Reeves Wilson
Frank Ferguson Pregador
Francis McDonald Harbin
Dan Seymour Comanche Paul
John Kellogg Jeff Factor
Rodd Redwing Rio
Lane Chandler Xerife Hardy
William Haade Xerife Sam Bullock
Emory Parnell Xerife
Harry Woods Delegado McDonald
Joe Dominguez Gonzales
John Doucette Whitey
Lloyd Gough Kinch
James Stone Médico
Fred Graham Ace Maguire
I. Stanford Jolley Policial
Harry Lauter Policial
Nolan Leary Doc

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em Wyoming, o rancheiro Vern Haskell fica furioso ao tomar conhecimento de que sua noiva, Beth Forbes, foi abusada e assassinada por dois ladrões durante um roubo em uma loja. Ele sai à procura dos dois criminosos e encontra um deles, Whitey, baleado por seu parceiro após uma discussão. As palavras “Chuck-a-Luck”, ditas pelo moribundo, são a única pista para identificação do segundo criminoso.

Depois de questionar todos os que encontra, Vern finalmente conhece alguém que deixa escapar que uma mulher, chamada Altar Keane, está conectada com Chuck-a-Luck. No entanto, quando o informante percebe as verdadeiras intenções de Vern, ele tenta atacá-lo e Vern se vê obrigado a matá-lo em legítima defesa. Ele é, então, levado sob custódia, mas liberado quando o homem morto é identificado como um fora da lei. Por um golpe de sorte, o Delegado conhece Altar como sendo uma cantora de Saloon do passado, embora desconheça seu paradeiro atual.

Vern descobre que Altar, após deixar de trabalhar para o proprietário do Saloon, Baldy Gunder, apostou seus últimos US$ 20 em um jogo de sorte, controlado pelo pistoleiro Frenchy Fairmont, ganhando uma enorme soma em dinheiro. Continuando com sua pesquisa, Vern descobre que Frenchy se encontra preso na cidade de Gunsight. Sentindo ser imprescindível fazer contato com o pistoleiro, ele manobra para ser preso e, na cadeia, se aproxima dele.

Meses depois, ao serem libertados, Frenchy leva Vern até Chuck-a-Luck, uma fazenda de cavalos, de propriedade de Altar, localizada perto da fronteira com o México. Na realidade, a fazenda é um esconderijo disponível para qualquer fora da lei que se disponha a pagar 10% de todos os seus ganhos ilícitos. Lá, Vern encontra um grupo de pistoleiros, mas não tem ideia se o assassino que procura é um deles.

Certa noite, no entanto, ele percebe que Altar está usando o broche que ele dera à sua noiva. Numa tentativa de descobrir quem a presenteou com o tal broche, Vern procura conquistá-la, despertando ciúmes em Frenchy.

Certo dia, quando o grupo sai para roubar um banco, Vern se vê forçado a acompanhá-lo. Durante a operação, um dos pistoleiros, Kinch, tenta matá-lo. De volta à fazenda, quando ele procura Altar para pagar-lhe os 10% referentes à sua participação, ela lhe confidencia que seu broche é um presente recebido de Kinch. Na ocasião, Vern finalmente revela seu verdadeiro propósito e seu desprezo pela profissão dela. Envergonhada, Altar decide jogar tudo para o alto. No entanto, logo em seguida, um tiroteio tem início, com Vern e Frenchy de um lado, e os demais pistoleiros do outro. Altar é morta ao tentar proteger Frenchy. Por outro lado, Kinch também é morto, encerrando assim a longa busca de Vern.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Fritz Lang, a partir de um roteiro escrito por Daniel Taradash, “Diabo Feito Mulher” é um bom faroeste norte-americano produzido em 1952. Sua trama, baseada numa estória de Sylvia Richards, fala da luta travada por um cowboy em busca de uma pista que o leve ao assassino de sua noiva, cuja morte ele deseja vingar.

Embora não se ache entre os seus melhores trabalhos, a direção de Lang é razoavelmente boa, principalmente em sua primeira metade. No elenco, o maior destaque é a presença de Marlene Dietrich, com uma ótima atuação, além de nos brindar com uma magnífica interpretação da canção “Get Away Young Man”.

CAA