Filmes por gênero

BLADE RUNNER, O CAÇADOR DE ANDRÓIDES (1982)

Blade runner
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Perigo iminente (Portugal)
El cazador implacable (Venezuela)
Der Blade Runner (Alemanha)
Blade Runner: Metropolis 2020 (Finlândia)
Istrebljivač (Croácia)
Szárnyas fejvadász (Hungria)
Begantis asmenimis (Lituânia)
Lowca androidów (Polônia)
Бегущий по лезвию (Rússia)
Pais: Estados Unidos, Hong Kong, Reino Unido
Gênero: Ficção Científica
Direção: Ridley Scott
Roteiro: David Webb Peoples, Hampton Fancher
Produção: Michael Deeley, Charles de Lauzirika, Brian Kelly
Design Produção: Lawrence G. Paull
Música Original: Vangelis
Fotografia: Jordan Cronenweth
Edição: Terry Rawlings, Marsha Nakashima
Direção de Arte: David Snyder
Figurino: Charles Knode, Michael Kaplan
Guarda-Roupa: James Lapidus, Linda Matthews, Winnie Brown, Bob Horn
Maquiagem: Marvin G. Westmore
Efeitos Sonoros: Peter Pennell, Gerry Humphreys, Bud Alper, Per Hallberg e outros
Efeitos Especiais: Terry Frazee, Logan Frazee, Greg Curtis, Steve Galich e outros
Efeitos Visuais: Ian Hunter, David K. Stewart, Martyn Hall e outros
Nota: 9.0
Filme Assistido em: 1983

Elenco

Harrison Ford Rick Deckard
Rutger Hauer Roy Batty
Sean Young Rachael
Edward James Olmos Gaff
M. Emmet Walsh Bryant
Daryl Hannah Pris
William Sanderson J.F. Sebastian
Brion James Leon Kowalski
Joe Turkel Eldon Tyrell
Joanna Cassidy Zhora
James Hong Hannibal Chew
Morgan Paull Holden
Kevin Thompson Bear
John Edward Allen Kaiser
Robert Okazaki Howie Lee
Carolyn DeMirjian Vendedora
Ben Astar Abdul Ben Hassan
Judith Burnett Ming-Fa
Leo Gorcey Jr. Louie, barman
Jirô Okazaki Policial
Steve Pope Policial
Robert Reiter Policial
Alexis Rhee Geisha

Prêmios

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Figurino (Charles Knode, Michael Kaplan)

Prêmio de Melhor Fotografia (Jordan Cronenweth)

Prêmio de Melhores Design de Produção / Direção de Arte (Lawrence G. Paull)

Prêmios Hugo

Hugo de Melhor Apresentação Dramática (Ridley Scott, Hampton Fancher, David Webb Peoples, Philip K. Dick)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Fotografia (Jordan Cronenweth)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Especial (Lawrence G. Paull, Douglas Trumbull, Syd Mead )

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (Lawrence G. Paull, David L. Snyder, Linda DeScenna)

Oscar de Melhores Efeitos Visuais (Douglas Trumbull, Richard Yuricich, David Dryer )

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Vangelis)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Edição (Terry Rawlings)

Prêmio de Melhor Maquiagem (Marvin G. Westmore)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora (Vangelis)

Prêmio de Melhores Efeitos Sonoros (Peter Pennell, Bud Alper, Graham V. Hartstone, Gerry Humphreys)

Prêmio de Melhores Efeitos Visuais Especiais (Douglas Trumbull, Richard Yuricich, David Dryer )

Academia de Filmes de Ficção Científica, Fantasia e Horror, USA

Prêmio de Melhor Filme de Ficção Científica

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Rutger Hauer)

Prêmio de Melhor Direção (Ridley Scott)

Prêmio de Melhores Efeitos Especiais (Douglas Trumbull, Richard Yuricich)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro (Ridley Scott)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Fotografia (Jordan Cronenweth)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

No início do século XXI, uma grande corporação desenvolve um robô que é mais forte e ágil que o ser humano e se equiparando em inteligência. São conhecidos como replicantes e utilizados como escravos na colonização e exploração de outros planetas.

Quando um grupo dos robôs mais evoluídos provoca um motim, em uma colônia fora da Terra, este incidente faz os replicantes serem considerados ilegais na Terra, sob pena de morte. A partir de então, policiais de um esquadrão de elite, conhecidos como Blade Runner, têm ordem de atirar para matar em replicantes encontrados na Terra, mas tal ato não é chamado de execução e sim de remoção.

Em novembro de 2019, quando um grupo de Nexus 6, considerados os mais avançados andróides, chega à Los Angeles, Rick Deckard é indicado para caçá-los, mas ao se apaixonar por Rachael, uma bela Nexus 6, ele se sente perdido sem saber mais o que é certo ou errado.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseado no romance de ficção científica “Do Androids Dream of Electric Sheep?”, escrito em 1968 por Philip K. Dick, “Blade Runner, o Caçador de Andróides” é, sem nenhuma dúvida, um dos melhores filmes do gênero.

Bastante ambicioso, o filme apresenta uma estória muito interessante, repleta de belas imagens, de efeitos visuais que cativam o espectador do início ao fim. Na direção, o cineasta britânico Ridley Scott realiza um ótimo trabalho.

No elenco, Harrison Ford e Rutger Hauer são os maiores destaques. No entanto, merecem ainda ser citadas as belas atuações de Sean Young, M. Emmet Walsh e Daryl Hannah.

Para os amantes do gênero, nos quais não me incluo, “Blade Runner, o Caçador de Andróides” é um filme imperdível.

CAA