Filmes por gênero

O CÉU POR TESTEMUNHA (1957)

Heaven knows, Mr. Allison
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O espírito e a carne (Portugal)
Dieu seul le sait (França)
La chair et l'esprit (Bélgica)
L'anima e la carne (Itália)
Der seemann und die nonne (Alemanha)
Vem vet, Mr. Allison (Suécia)
Nonnen og marineren (Dinamarca)
Bóg jeden wie, panie Allison (Polônia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, 2ª Guerra Mundial
Direção: John Huston
Roteiro: John Huston, John Lee Mahin
Produção: Buddy Adler, Eugene Frenke
Música Original: Georges Auric
Direção Musical: Lambert Williamson
Fotografia: Oswald Morris
Edição: Russell Lloyd
Direção de Arte: Stephen Grimes
Figurino: Elizabeth Haffenden
Guarda-Roupa: Elizabeth Haffenden, Laura Nightingale
Maquiagem: George Frost
Efeitos Sonoros: Basil Fenton-Smith, Leslie Hodgson, Malcolm Cooke
Efeitos Visuais: Ray Kellogg
Nota: 8.6
Filme Assistido em: 1960

Elenco

Deborah Kerr Irmã Angela
Robert Mitchum Cabo Allison

Prêmios

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Deborah Kerr)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (John Huston, John Lee Mahin )

Oscar de Melhor Atriz (Deborah Kerr)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Ator Estrangeiro (Robert Mitchum)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Deborah Kerr)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (John Huston)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de um Drama Americano (John Huston, John Lee Mahin )

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1944, o cabo Allison, do Corpo de Fuzileiros dos EUA, chega a uma pequena ilha do Pacífico Sul em um bote salva-vidas.  Sozinho, ao explorar a região, ele vai ter a uma pequena igreja, onde se surpreende com a presença de uma freira, a Irmã Angela, que se mostra igualmente surpresa ao vê-lo.  Exausto, Allison desmaia logo após Irmã Angela lhe informar ser ela a única habitante da ilha.

Horas depois, quando Allison volta a si, a freira o alimenta com o resto de suas provisões e o presenteia com um cachimbo que pertencera ao Padre Philips, um grande amigo.  Ela lhe conta que os dois chegaram à ilha a fim de levarem o pároco local para Fiji, por razões de segurança.  No entanto, pouco depois o Padre Philips morreu.  Em seguida, tropas japonesas desembarcaram na ilha, aniquilando a população nativa local, ocasião em que o pároco desapareceu.  Por sua vez, Allison relata que ficou sozinho após o submarino em que se encontrava ter sido afundado pelos japoneses.

Irmã Angela e o fuzileiro naval procuram pegar uma tartaruga para o jantar daquela noite.  Mais tarde, ele sugere que os dois tentem chegar à Ilha Fiji em seu barco salva-vidas, a qual se acha a cerca de 500 km de onde se encontram.  Ela concorda com a idéia e começa a tecer um leme com folhas de palmeiras.

Ao ouvirem o som de bombardeiros nipônicos, os dois se abrigam numa gruta.  Bombas são, em seguida, lançadas pelos aviões inimigos, deixando parte da ilha em chamas e o bote salva-vidas completamente destruído.  Uma flotilha de navios japoneses surge no horizonte e, pouco tempo depois, um batalhão de soldados desembarca na praia, forçando Irmã Angela e o cabo Allison a se manterem escondidos em sua gruta.

Tendo peixe como sua única fonte de alimentação, Allison decide entrar certa noite, sem ser visto, no Campo japonês, a fim de tentar furtar alguns alimentos.  A chegada de alguns oficiais, no entanto, o obriga a passar a noite escondido no Campo.  Na manhã seguinte, ao conseguir sair durante o toque de alvorada, ele encontra a freira vagando pela floresta, com um crucifixo na mão, a procurá-lo.

Quando Allison a presenteia com um pente, ela lhe diz que freiras não usam pentes por terem cabelos curtos, mas que o guardará como lembrança.  Depois que o fuzileiro comenta que deixar a ordem religiosa deve ser algo parecido com desertar das forças armadas, ela lhe confidencia que ainda não fez os seus votos perpétuos.  Aliviado, ele lhe pede que não os faça, propondo-lhe casamento em seguida, ao que ela lhe responde que já deu seu coração a Cristo.

No dia seguinte, ele lhe pede desculpas e, à noite, embriagado com saquê, lamenta a ironia de se achar preso numa ilha deserta com uma atraente freira.  Frustrado, destrói o cachimbo que fora do Padre Philips enquanto a Irmã Angela sai correndo, apavorada, debaixo de uma forte chuva.

Na manhã seguinte, ele a encontra delirando e com as vestes ensopadas.  A fim de tentar conseguir roupas secas para ela, Allison volta a entrar no acampamento japonês.  Descoberto por um soldado, ele se vê obrigado a apunhalá-lo e a jogar o corpo na água.  Dois dias depois, Angela melhora, ocasião em que ele lhe informa que foi obrigado a matar um soldado japonês, fato que chamou a atenção do inimigo para a presença deles na ilha.

Enquanto Irmã Angela ora, soldados nipônicos localizam sua gruta.  Quando estes se preparam para atacá-los, bombardeiros aliados anunciam sua presença.  Sabendo que os dois serão logo resgatados, Allison se despede de Irmã Angela, ocasião em que ela lhe promete que ele será sempre seu querido companheiro.  Enquanto a bandeira americana é hasteada na ilha, fuzileiros navais carregam numa maca, Allison, que havia se ferido, ao mesmo tempo em que a freira caminha a seu lado.

imagem imagem imagem

Comentários

Baseado num livro homônimo de Charles Shaw e ambientado durante a 2ª Guerra Mundial, "O Céu Por Testemunha" é um excelente drama de guerra.  Realizado pelo cineasta John Huston, que também participou da elaboração do roteiro, sua trama põe em foco o relacionamento entre uma freira irlandesa e um fuzileiro naval americano, quando o destino os deixa isolados numa pequena ilha do Pacífico Sul.

Embora um pouco inferior, o filme lembra "Uma Aventura na África", também realizado por Huston, em 1951, ambientado durante a 1ª Guerra Mundial, quando duas pessoas de classes e ideologias totalmente diferentes se vêem obrigadas a fugir dos alemães e terminam se respeitando e se admirando.

Partindo de um roteiro extremamente bem escrito, Huston nos brinda com uma direção impecável, no que é ajudado pela ótima fotografia em cinemascope de Oswald Morris e pelas magníficas atuações de Deborah Kerr e Robert Mitchum, este último apresentando um dos melhores desempenhos de sua carreira.

"O Céu Por Testemunha" apresenta um alto grau de tensão, principalmente quando um batalhão do exército japonês se instala na ilha.

CAA