Filmes por gênero

DONNA REED

bio bio bio bio

Informações

Nome Batismo: Donna Belle Mullenger
Nascimento: 27 Jan 1921
Local Nascimento: Denison, Iowa, USA
Falecimento: 14 Jan 1986
Local Falecimento: Beverly Hills, Los Angeles, California, USA
Causa Falecimento: Câncer de pâncrea
Altura: 1.70 m

Minibiografia

Donna Reed cresceu numa fazenda do Estado de Iowa.  Ao concluir o Curso Secundário, mudou-se para Los Angeles na esperança de vir a entrar para a indústria cinematográfica.  Antes, enquanto estudava numa Universidade, participou de várias produções teatrais da própria universidade, além de ser eleita a "Rainha do Campus".  Numa dessas apresentações, foi vista por um caçador de talentos da MGM, terminando por assinar um contrato com a mesma.

Seu primeiro filme foi "The Get-Away", onde contracenou com  Robert Sterling, Charles Winninger e Dan Dailey.  Seu segundo filme foi "Calouros na Broadway", um musical com Judy Garland, onde ela fazia o papel de uma secretária.  A partir daí, a MGM passou a lhe oferecer papéis melhores até que, em 1945, com o filme "O Retrato de Dorian Gray", ela passou a ser reconhecida como uma verdadeira estrela de Hollywood.

Em 1946, estrelou no que talvez tenha sido seu mais conhecido papel, o de Mary Hatch Bailey, ao lado de James Stewart, no clássico filme de Frank Capra, "A Felicidade Não Se Compra".  Numa das cenas desse filme, em que sua personagem tinha que jogar uma pedra na janela de um sobrado, Capra pensou em usar um dublê, mas Donna, exímia jogadora de basquete, na época em que estudara na universidade, o dispensou.

Em 1953, atuou como a prostituta Alma Burke, no aclamado filme de Fred Zinnemann, "A um Passo da Eternidade", o que lhe valeu o Oscar de Melhor Atriz.

Após participar de "The Whole Truth", ao lado de Stewart Granger, em 1958, Donna iniciou uma série produzida por seu marido para a TV, denominada "The Donna Reed Show", um sucesso que permaneceu no ar por oito anos.  Seu desempenho, considerado excepcional, valeu-lhe as indicações ao prêmio Emmy para a Televisão, de Melhor Atriz, por quatro anos consecutivos  (1959 a 1962).  O sucesso dessa série fez com que ela se tornasse mais popular na TV que no cinema.

Em seguida, passou oito anos afastada do show business, antes de voltar, em 1974, a participar de filmes e séries feitos para a TV, tendo inclusive encerrado sua carreira com a conhecida série "Dallas", em 1985.

Após sua morte, em janeiro de 1986, Grover Asmus, seu marido, criou a "Donna Reed Foundation for the Performing Arts", em Denison, sua cidade natal.

Donna Reed casou-se três vezes.  Seu primeiro casamento, com o maquiador William Tuttle, deu-se em 1943, vindo do mesmo a se divorciar dois anos depois;  em 1945, casou-se com o produtor Tony Owen, com quem teve quatro filhos, e de quem se divorciou em 1971;  finalmente, em agosto de 1974, casou-se com Grover Asmus, com quem viveu até o dia de sua morte.



Filmografia Atriz (Filmes que assisti)

A FELICIDADE NÃO SE COMPRA (1946) It's a wonderful life
A FILHA DO COMANDANTE (1943) Thousands cheer
A MÚSICA IRRESISTÍVEL DE BENNY GOODMAN (1956) The Benny Goodman story
A RUA DO DELFIM VERDE (1947) Green Dolphin Street
A ÚLTIMA VEZ QUE VI PARIS (1954) The last time I saw Paris
A UM PASSO DA ETERNIDADE (1953) From here to eternity
AVENTURA SANGRENTA (1955) The far horizons
CALOUROS NA BROADWAY (1941) Babes on Broadway
FOMOS OS SACRIFICADOS (1945) They were expendable
IRMÃOS INIMIGOS (1953) Gun fury
O RETRATO DE DORIAN GRAY (1945) The picture of Dorian Gray
PUNIDO PELO PRÓPRIO SANGUE (1956) Backlash
SOFRENDO DA BOLA (1953) The caddy
TRÊS HORAS PARA MATAR (1954) Three hours to kill

Premiações (Filmes que assisti)

A UM PASSO DA ETERNIDADE (1953) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante