Filmes por gênero

GLORIA GRAHAME

bio bio bio bio

Informações

Nome Batismo: Gloria Hallward
Nascimento: 28 Nov 1923
Local Nascimento: Los Angeles, California, EUA
Falecimento: 05 Out 1981
Local Falecimento: New York, N.Y., EUA
Causa Falecimento: Câncer e peritonite
Altura: 1.68 m

Minibiografia

Filha de Michael Hallward, arquiteto, e de Jean McDougall, atriz de teatro, que se apresentava com o nome artístico de Jean Grahame, Gloria era descendente da realeza, já que a família de seu pai descendia do Rei Edward III, enquanto a da mãe, de reis escoceses.

Quando adolescente, já se mostrava com pouco interesse em relação aos estudos, chegando a largar a Hollywood High School pouco antes de se graduar, a fim de se juntar a um show em turnê chamado "Good Night, Ladies".

Em 1944, aos 21 anos, apareceu em duas peças na Broadway, ocasião em que chamou a atenção de Louis Mayer, chefe de estúdios da Metro Goldwyn Mayer. Impressionado com o trabalho dela, ele lhe ofereceu um contrato com a MGM, mas o reconhecimento do público só veio a ocorrer em 1946 com o filme "A Felicidade Não se Compra", de Frank Capra.
 
Embora seu talento e seu charme fossem de uma estrela, Gloria nunca foi reconhecida pela MGM como tal, sendo seu contrato vendido em 1947 à RKO.  Nessa produtora, ela foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, por sua atuação em "Rancor", um filme-noir de Edward Dmytryk.  Três anos depois, não mais trabalhando para a RKO, Gloria foi agraciada com o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, ao atuar ao lado de Humphrey Bogart em "No Silêncio da Noite".

Desempenhando papéis de mulheres sedutoras em diversos clássicos filmes-noirs, Gloria ia bem no cinema quando problemas conjugais e de custódia de filhos, combinados com outros surgidos quando das filmagens de "Oklahoma", em 1955, fizeram com que sua carreira ficasse de lado a partir de 1956.

Nos anos 60, voltou a atuar em palcos e na TV e, a partir de 1970, em alguns filmes de qualidade inferior. Seus últimos trabalhos foram em "Melvin e Howard", de Jonathan Demme, 1980, e "The Nesting", de Armand Weston, 1981.
 
Gloria Grahame casou-se quatro vezes: De 29/08/1945 a 01/06/1948, com o ator Stanley Clements;  de 01/06/1948 a 14/08/1952, com o cineasta Nicholas Ray, com quem teve um filho, Timothy Ray, nascido em 12/11/1948;  de 15/08/1954 a 31/10/1957, com o cineasta Cy Howard, com quem teve uma filha, Marianne Paulette, nascida em 01/10/1956;  e, finalmente, de 13/05/1960 a 04/05/1974, com o ator e diretor Anthony Ray, com quem teve dois filhos: Anthony Ray Jr., nascido em 30/04/1963, e James Ray, nascido em 21/09/1965.



Filmografia Atriz (Filmes que assisti)

A FELICIDADE NÃO SE COMPRA (1946) It's a wonderful life
ASSIM ESTAVA ESCRITO (1952) The bad and the beautiful
A VIDA ÍNTIMA DE UMA MULHER (1949) A Woman's Secret
DESEJO HUMANO (1954) Human desire
MACAO (1952) Macao
NO SILÊNCIO DA NOITE (1950) In a lonely place
O HOMEM QUE NUNCA EXISTIU (1956) The man who never was
O MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA (1952) The greatest show on Earth
OS CORRUPTOS (1953) The big heat
PAIXÕES SEM FREIOS (1955) The cobweb
PRECIPÍCIOS D'ALMA (1952) Sudden fear
RANCOR (1947) Crossfire
SEM AMOR (1945) Without love

Premiações (Filmes que assisti)

ASSIM ESTAVA ESCRITO (1952) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante

Indicações (Filmes que assisti)

ASSIM ESTAVA ESCRITO (1952) Prêmios Globo de Ouro, EUA Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante
RANCOR (1947) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante