Filmes por gênero

HEDY LAMARR

bio bio bio bio

Informações

Nome Batismo: Hedwig Eva Maria Kiesler
Nascimento: 09 Nov 1914
Local Nascimento: Vienna, Áustria
Falecimento: 19 Jan 2000
Local Falecimento: Orlando, Flórida, EUA
Causa Falecimento: Causas naturais
Altura: 1.70 m

Minibiografia

Filha de um rico empresário austríaco e considerada a mais bela atriz dos anos 30/40, Hedy Lamarr estudou teatro em Berlim com o diretor Max Reinhardt.  No cinema, usando o nome Hedy Kiesler, estreou em 1930 com o filme alemão "Geld auf der Straße", seguindo-se três outras produções alemães em 1931 e 1932, até estrelar "Êxtase" em 1933, uma co-produção tcheco-austríaca, filme que chamou a atenção do mundo ao aparecer nua e simulando um orgasmo.  Esse verdadeiro escândalo fez com que seu marido, Fritz Mandl, um próspero fabricante de armas, a espancasse, além de gastar mais de US$ 300 mil na tentativa de comprar todas as cópias do filme, a fim de incinerá-las.  Na época, o casal morava no famoso Castelo de Salzburg onde, anos mais tarde, o filme "A Noviça Rebelde" foi rodado.

A notoriedade alcançada a levou a assinar um contrato com a Metro-Goldwyn-Mayer, ocasião em que mudou o nome para Hedy Lamarr.  Divorciada de Mandl em 1937, sua estréia em Hollywood deu-se no ano seguinte com o filme de John Cromwell, "Algiers".  O sucesso e reconhecimento internacionais, ela os conseguiu após atuar em "Sansão e Dalila", um épico de Cecil B. DeMille produzido em 1949.  Ao encerrar sua carreira no cinema, em 1958, Hedy Lamarr havia atuado em mais de trinta filmes.

Juntamente com George Antheil, patenteou um método de telecomunicações através do qual conseguia-se guiar torpedos através de ondas de rádio.  Tal método, usado durante a 2ª Guerra Mundial,  recebeu a patente de nº 2.292.387 dos EUA, em 11/08/1942, sob o nome "Sistema Secreto de Comunicações".  Em 1997, ela recebeu um prêmio da Electronic Frontier Foundation por seu trabalho pioneiro na área de telecomunicações que, posteriormente, serviria de base para o desenvolvimento da telefonia celular.

Além de Fritz Mandl, de quem se divorciou em 1937, Hedy Lamarr casou-se ainda com Gene Markey (05/03/1939 a 03/10/1941), John Loder (27/05/1943 a 17/07/1947), Teddy Stauffer (12/06/1951 a 1952), W. Howard Lee, um magnata do petróleo (22/12/1953 a 1960), e Lewis Bois (04/03/1963 a 21/06/1965).

Em sua autobiografia publicada em 1966, Hedy Lamarr dizia que considerava sua beleza, tão aclamada mundialmente, uma verdadeira maldição.  Nos últimos anos de sua vida, a atriz tornou-se uma pessoa amargurada e solitária, apesar de ter tido três filhos de seus casamentos com Markey e Loder.



Filmografia Atriz (Filmes que assisti)

A MULHER SEM NOME (1950) A lady without passport
ARGÉLIA (1938) Algiers
ÊXTASE (1933) Ekstase
FRUTO PROIBIDO (1940) Boom Town
IDÍLIO PERIGOSO (1944) Experiment perilous
PEDE-SE UM MARIDO (1941) Come live with me
SANSÃO E DALILA (1949) Samson and Delilah
SOL DE OUTONO (1941) H. M. Pulham, Esquire

Indicações (Filmes que assisti)

SANSÃO E DALILA (1949) Prêmios Picturegoer, Reino Unido Prêmio Medalha de Ouro de Melhor Atriz