Filmes por gênero

JOAN CRAWFORD

bio bio bio bio

Informações

Nome Batismo: Lucille Fay LeSueur
Nascimento: 23 Mar 1905
Local Nascimento: San Antonio, Texas, EUA
Falecimento: 10 Mai 1977
Local Falecimento: New York, NY, EUA
Causa Falecimento: Câncer de pâncreas
Altura: 1.65 m

Minibiografia

Seus pais separaram-se antes de seu nascimento.  Um de seus padrastos, gerente de um teatro de "vaudeville", deu-lhe o nome de Billie Cassin, com o qual ela iniciou uma carreira como dançarina.  Aos 18 anos, ganhou um concurso de dança, o que a levou à Chicago, Detroit e New York.  Dois anos depois, decidiu tentar a sorte em Los Angeles, por acreditar que o cinema seria o meio através do qual poderia alcançar a fama.

Pouco tempo depois de chegar à terra do cinema, conseguiu uma pequena participação, como corista, no filme "A Mosca Negra" (Pretty Ladies).  A esse, seguiram-se três outros filmes nos quais, basicamente, ela não tinha nenhuma fala.  Somente em 1928, aos 23 anos, Joan Crawford conseguiu seu primeiro papel principal no filme "Garotas Modernas" (Our Dancing Daughters).

Nos anos 30, tornou-se uma das principais estrelas da MGM, com filmes como "Grande Hotel" (Grand Hotel), de 1932, "Três Amores" (Sadie McKee), de 1934 e "Do Amor Ninguém Foge" (Love on the Run), de 1936.  Em 1943, deixou os Estúdios da MGM, ao assinar um contrato com a Warner Bros.  Nessa Companhia, ganhou o Oscar de Melhor Atriz por sua atuação em "Alma em Suplício" (Mildred Pierce), de 1945 e foi indicada à estatueta por seu trabalho em "Fogueira de Paixão" (Possessed), de 1947.  Joan Crawford recebeu uma outra indicação ao Oscar por sua atuação em "Precipícios d'Alma" (Sudden fear), de 1952, uma produção dos Estúdios da RKO.

Depois de quatro casamentos e divórcios, casou-se em janeiro de 1956 com Alfred Steele, chairman do Board da Pepsi Cola, empresa da qual se tornou executiva após a morte do marido.  Sua última aparição nas telas do cinema ocorreu em 1970, com o filme "Trog".

No final de sua vida, tornou-se reclusa e alcoólatra, morrendo solitária.  Tendo adotado quatro filhos, os dois mais velhos, Christina e Christopher foram excluídos de seu testamento.



Filmografia Atriz (Filmes que assisti)

ACORDES DO CORAÇÃO (1946) Humoresque
ALMA EM SUPLÍCIO (1945) Mildred Pierce
ALMAS MORTAS (1964) Strait-Jacket
ALMAS REBELDES (1940) Strange Cargo
AS MULHERES (1939) The women
CAMINHOS DA REDENÇÃO (1949) Flamingo Road
ERA UMA VEZ EM HOLLYWOOD (1974) That's entertainment!
ÊXTASE DE AMOR (1947) Daisy Kenyon
FOGUEIRA DE PAIXÃO (1947) Possessed
FOLHAS MORTAS (1956) Autumn leaves
FRENESI DE PAIXÕES (1955) Female on the beach
GRAND HOTEL (1932) Grand Hotel
JOHNNY GUITAR (1954) Johnny Guitar
MADEMOISELLE FIFI (1949) It's a great feeling
O QUE TERÁ ACONTECIDO À BABY JANE? (1962) What ever happened to Baby Jane?
OS AMORES SECRETOS DE EVA (1955) Queen Bee
OS DESGRAÇADOS NÃO CHORAM (1950) The damned don't cry
POSSUÍDA (1931) Possessed
PRECIPÍCIOS D'ALMA (1952) Sudden fear
UMA AVENTURA EM PARIS (1942) Reunion in France
UMA MULHER ORIGINAL (1940) Susan and God
UM ROSTO DE MULHER (1941) A woman's face
UM SONHO EM HOLLYWOOD (1944) Hollywood Canteen

Premiações (Filmes que assisti)

ALMA EM SUPLÍCIO (1945) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Atriz

Indicações (Filmes que assisti)

PRECIPÍCIOS D'ALMA (1952) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Atriz
PRECIPÍCIOS D'ALMA (1952) Prêmios Globo de Ouro, EUA Prêmio de Melhor Atriz em um Drama
PRECIPÍCIOS D'ALMA (1952) Prêmios Laurel, USA Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz em um Drama
O QUE TERÁ ACONTECIDO À BABY JANE? (1962) Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra Prêmio de Melhor Atriz Estrangeira
FOGUEIRA DE PAIXÃO (1947) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Atriz
ALMA EM SUPLÍCIO (1945) Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA Prêmio de Melhor Atriz