Filmes por gênero

ROBERT RYAN

bio bio bio bio

Informações

Nome Batismo: Robert Bushnell Ryan
Nascimento: 11 Nov 1909
Local Nascimento: Chicago, Illinois, EUA
Falecimento: 11 Jul 1973
Local Falecimento: New York, EUA
Causa Falecimento: Câncer de pulmão
Altura: 1.93 m

Minibiografia

Filho de um executivo irlandês católico, Timothy Ryan, e de Mabel Ryan, Robert perdeu seu irmão aos oito anos. Quatorze anos depois, quando seu pai morre num acidente de carro, ele decide entrar para uma academia de boxe e, ao mesmo tempo, ingressar na Universidade. Lá, conquista vários títulos como campeão amador de peso pesado. Amante da literatura, tinha a intenção de se formar em jornalismo, mas a fatídica depressão de 1929 faz com que ele trabalhe como foguista de navios, guarda-costas, modelo fotográfico e até cobrador de dívidas.
Mais tarde, após conseguir ser nomeado para o serviço público de Chicago, Robert decide investir em arte dramática.  Assim, mesmo a contragosto de sua mãe, ele viaja para a Califórnia onde se matricula na Oficina Teatral de Max Reinhardt, uma das mais respeitadas em Hollywood. Lá, conhece a aluna Jessica Cadwalader, com quem viria a se casar em 1939, e que se tornaria sua companheira até o falecimento dela em 1972.

Uma vez graduado, começa a trabalhar como ator profissional, em filmes musicais, mas em papéis menores. Logo depois, vê oportunidade no teatro, onde estréia na peça "Um Beijo de Cinderela", contracenando com Luise Rainer. Ao vê-lo no palco, Clifford Odets, marido de Luise, vê nele uma presença viril que pudesse atrair o público feminino, oferecendo-lhe o papel de um jovem amante na peça "Só a Mulher Peca", na Broadway. Visto por Peter Lorents, executivo da RKO, pouco tempo depois assina um contrato com aquela produtora cinematográfica.

Em 1944, por conta da 2ª Guerra Mundial, Robert interrompe sua carreira e se alista no Corpo de Fuzileiros Navais, retornando à Hollywood no filme "Sem Deus e Sem Lei", de Ray Enright, em 1947. No mesmo ano, atinge o estrelato ao contracenar com Joan Bennett em "A Mulher Desejada", de Jean Renoir.

Em 1952, seu contrato com a RKO chega ao fim, sendo fechado com chave de ouro ao atuar em "Só a Mulher Peca", ao lado de Barbara Stanwyck e da iniciante Marilyn Monroe. Como ator independente, trabalha para diversos estúdios, como a MGM e a 20th Century Fox. No final dos anos 50, Robert dá seus primeiros passos na televisão e, na década seguinte, participa de algumas produções realizadas na Europa.

De volta aos Estados Unidos, participa de um dos grandes faroestes da história do cinema, ""Meu Ódio Será Tua Herança", 1969, ao lado de William Holden, Ernest Borgnine e Edmond O'Brien.

No início dos anos 70, Robert Ryan descobre que tem um câncer, mas continua a trabalhar até o ano de sua morte.  De seu casamento com Jessica, ele teve três filhos: Timothy, Cheyney e Lisa.



Filmografia Ator (Filmes que assisti)

A BATALHA DE ANZIO (1968) Lo sbarco di Anzio
A ESTRADA DOS HOMENS SEM LEI (1951) The racket
A HORA DA PISTOLA (1967) Hour of the gun
ALMA SEM PUDOR (1950) Born to be bad
A VOLTA DOS HOMENS MÁUS (1948) Return of the bad men
CASA DE BAMBU (1955) House of bamboo
CINZAS QUE QUEIMAM (1952) On dangerous ground
CONFLITO DE DUAS ALMAS (1939) Golden boy
CONSPIRAÇÃO DO SILÊNCIO (1955) Bad day at Black Rock
CORAÇÃO PRISIONEIRO (1949) Caught
DE VOLTA DA ETERNIDADE (1956) Back from eternity
MEU ÓDIO SERÁ TUA HERANÇA (1969) The wild bunch
NAS GARRAS DA AMBIÇÃO (1955) The tall men
O MAIS LONGO DOS DIAS (1962) The longest day
O PREÇO DE UM HOMEM (1953) The naked spur
O REI DOS REIS (1961) King of kings
OS DOZE CONDENADOS (1967) The dirty dozen
OS HOMENS DE SUA VIDA (1954) Her twelve men
OS PROFISSIONAIS (1966) The professionals
PUNHOS DE CAMPEÃO (1949) The set-up
QUANDO OS DEUSES AMAM (1947) Down to Earth
RANCOR (1947) Crossfire
SELVAS INDOMÁVEIS (1955) Escape to Burma
SÓ A MULHER PECA (1952) Clash by night
UMA BATALHA NO INFERNO (1965) Battle of the Bulge

Indicações (Filmes que assisti)

MEU ÓDIO SERÁ TUA HERANÇA (1969) Prêmios Laurel, USA Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante
RANCOR (1947) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Ator Coadjuvante