Filmes por gênero

INGMAR BERGMAN

bio bio bio bio

Informações

Nome Batismo: Ernest Ingmar Bergman
Nascimento: 14 Jul 1918
Local Nascimento: Uppsala, Uppsala Iän, Suécia
Falecimento: 30 Jul 2007
Local Falecimento: Fårö, Gotlands län, Suécia
Altura: 1.79 m

Minibiografia

Filho de um pastor luterano, recebeu uma educação autoritária baseada em conceitos relacionados com o pecado, confissão, castigo, perdão.  Em casa, a qualquer falta era submetido a castigos constrangedores.

Dramaturgo e cineasta, estudou na Universidade de Estocolmo, onde se interessou por teatro e, mais tarde, por cinema.  Iniciou sua carreira em 1941, ao escrever a peça de teatro "Kaspers död" (Morte de Kasper).  Em 1944, adaptou uma de suas peças, "Hets", para o cinema, cujo filme, realizado pelo cineasta Alf Sjöberg, recebeu o nome de "Tormento".   Como diretor de cinema, estreou dois anos mais tarde, com o filme "Kris" (Crise).

Em seus filmes, costuma excursionar pela alma humana.  Temas como questionamentos religiosos, fé, morte, medo, acham-se presentes com grande freqüência.  Na realização de seus principais filmes, procurou trabalhar com uma equipe básica: o fotógrafo Sven Nykvist e os atores Gunnar Björnstrand, Liv Ullmann, Erland Josephson, Ingrid Thulin, Bibi Andersson e Max von Sydow são apenas alguns nomes imortalizados pelo seu cinema.  Sua consagração internacional veio através da obra-prima "O Sétimo Selo", de 1957, um dos filmes mais importantes já realizados.

Coma larga experiência teatral, foi diretor do Teatro Municipal de Göteborg, no oeste sueco, e do Malmö Dramatiska Teater.  Acusado de burlar o fisco, em 1976, teve que deixar o País e se mudar para a Alemanha, onde realizou alguns filmes, dentre os quais destacam-se "O Ovo da Serpente" e "Sonata de Outono".  Em 1982, retornou à Suécia para rodar "Fanny & Alexander".  Daí em diante, sem deixar sua paixão, o teatro, passou a escrever roteiros e dirigir filmes para a televisão sueca.

Bergman casou-se cinco vezes com Else Fisher (1943 - 1945), Ellen Lundström (Jul/1945 - 1950), Gun Grut (1951 -1959), Käbi Laretei (1959 - 1969) e Ingrid von Rosen (Nov/1971 - Mai/1995).  Com Ellen, teve quatro filhos: a atriz Anna Bergman, o ator Mats Bergman, a cineasta Eva Bergman e Jan Bergman.  Com a atriz Käbi Laretei, teve o cineasta Daniel Bergman.  Fora do casamento, teve mais três filhos, um dos quais foi a atriz Linn Ullmann, fruto de seu relacionamento extraconjugal com a atriz Liv Ullmann.



Filmografia Ator (Filmes que assisti)

A FLAUTA MÁGICA (1975) Trollflöjten
A PAIXÃO DE ANA (1969) En passion
GRITOS E SUSSURROS (1972) Viskningar och rop
QUANDO AS MULHERES ESPERAM (1952) Kvinnors väntan

Filmografia Diretor (Filmes que assisti)

A FLAUTA MÁGICA (1975) Trollflöjten
A FONTE DA DONZELA (1960) Jungfrukällan
A PAIXÃO DE ANA (1969) En passion
ATRAVÉS DE UM ESPELHO (1961) Såsom i en spegel
CENAS DE UM CASAMENTO (1973) Scener ur ett äktenskap
FANNY & ALEXANDER (1982) Fanny och Alexander
GRITOS E SUSSURROS (1972) Viskningar och rop
LUZ DE INVERNO (1962) Nattvardsgästerna
MONICA E O DESEJO (1953) Sommaren med Monika
MORANGOS SILVESTRES (1957) Smultronstället
O OVO DA SERPENTE (1977) The serpent's egg
O SÉTIMO SELO (1957) Det sjunde inseglet
O SILÊNCIO (1963) Tystnaden
QUANDO AS MULHERES ESPERAM (1952) Kvinnors väntan
QUANDO DUAS MULHERES PECAM (1966) Persona
SONATA DE OUTONO (1978) Höstsonaten
SORRISOS DE UMA NOITE DE VERÃO (1955) Sommarnattens leende
VERGONHA (1968) Skammen

Premiações (Filmes que assisti)

SONATA DE OUTONO (1978) Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro
SORRISOS DE UMA NOITE DE VERÃO (1955) Festival Internacional de Cannes, França Prêmio de Melhor Humorismo Poético
SORRISOS DE UMA NOITE DE VERÃO (1955) Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca Bodil de Melhor Filme Europeu
MORANGOS SILVESTRES (1957) Festival Internacional de Veneza, Itália Prêmio Pasinetti de Melhor Filme
MORANGOS SILVESTRES (1957) Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca Bodil de Melhor Filme Europeu
MORANGOS SILVESTRES (1957) Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro
QUANDO DUAS MULHERES PECAM (1966) Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos Prêmio de Melhor Diretor
FANNY & ALEXANDER (1982) Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França César de Melhor Filme Estrangeiro
FANNY & ALEXANDER (1982) Prêmios David di Donatello, Itália David de Melhor Filme Estrangeiro
FANNY & ALEXANDER (1982) Prêmios David di Donatello, Itália Prêmio de Melhor Direção de um Filme Estrangeiro
FANNY & ALEXANDER (1982) Sindicato Francês dos Críticos de Cinema, França Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro
FANNY & ALEXANDER (1982) Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro
FANNY & ALEXANDER (1982) Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro
FANNY & ALEXANDER (1982) Festival Internacional de Veneza, Itália Prêmio FIPRESCI
FANNY & ALEXANDER (1982) Prêmios Guldbagge, Suécia Prêmio de Melhor Direção
FANNY & ALEXANDER (1982) Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA Prêmio de Melhor Direção
GRITOS E SUSSURROS (1972) Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca Bodil de Melhor Filme Europeu
GRITOS E SUSSURROS (1972) Festival Internacional de Cannes, França Grande Prêmio Técnico
GRITOS E SUSSURROS (1972) Prêmios David di Donatello, Itália Prêmio de Melhor Direção de um Filme Estrangeiro
GRITOS E SUSSURROS (1972) Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro
GRITOS E SUSSURROS (1972) Prêmios Jussi, Finlândia Jussi de Melhor Diretor Estrangeiro
GRITOS E SUSSURROS (1972) Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA Prêmio de Melhor Direção
GRITOS E SUSSURROS (1972) Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA Prêmio de Melhor Roteiro
GRITOS E SUSSURROS (1972) Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA Prêmio de Melhor Direção
O SÉTIMO SELO (1957) Festival Internacional de Cannes, França Prêmio Especial do Júri
O SÉTIMO SELO (1957) Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro
O SÉTIMO SELO (1957) Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha Prêmio de Melhor Diretor Estrangeiro
O SÉTIMO SELO (1957) Prêmios Sant Jordi de Barcelona Prêmio de Melhor Filme do Ano
O SÉTIMO SELO (1957) Prêmios Sant Jordi de Barcelona Prêmio de Melhor Diretor Estrangeiro
CENAS DE UM CASAMENTO (1973) Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA Prêmio de Melhor Roteiro
CENAS DE UM CASAMENTO (1973) Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos Prêmio de Melhor Roteiro
A FLAUTA MÁGICA (1975) Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira
A FLAUTA MÁGICA (1975) Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos Citação Especial
A PAIXÃO DE ANA (1969) Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos Prêmio de Melhor Diretor
ATRAVÉS DE UM ESPELHO (1961) Festival Internacional de Berlim, Alemanha Prêmio OCIC
AS MELHORES INTENÇÕES (1992) Prêmios Guldbagge, Suécia Prêmio de Melhor Roteiro

Indicações (Filmes que assisti)

SONATA DE OUTONO (1978) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Roteiro Original
SONATA DE OUTONO (1978) Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França César de Melhor Filme Estrangeiro
SONATA DE OUTONO (1978) Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro
SONATA DE OUTONO (1978) Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA Prêmio de Melhor Direção
SORRISOS DE UMA NOITE DE VERÃO (1955) Festival Internacional de Cannes, França Prêmio Palma de Ouro
MORANGOS SILVESTRES (1957) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Roteiro Original
QUANDO DUAS MULHERES PECAM (1966) Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro
FANNY & ALEXANDER (1982) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Direção
FANNY & ALEXANDER (1982) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Roteiro Original
FANNY & ALEXANDER (1982) Prêmios Globo de Ouro, EUA Prêmio de Melhor Direção
FANNY & ALEXANDER (1982) Grêmio dos Diretores da América Prêmio por Direção Excepcional
FANNY & ALEXANDER (1982) Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos Prêmio de Melhor Diretor
GRITOS E SUSSURROS (1972) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Filme
GRITOS E SUSSURROS (1972) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor História e Roteiro
GRITOS E SUSSURROS (1972) Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA Oscar de Melhor Direção
GRITOS E SUSSURROS (1972) Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos Prêmio de Melhor Diretor
O SÉTIMO SELO (1957) Festival Internacional de Cannes, França Prêmio Palma de Ouro
CENAS DE UM CASAMENTO (1973) Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA Prêmio de Melhor Direção
A FLAUTA MÁGICA (1975) Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França César de Melhor Filme Estrangeiro
A FLAUTA MÁGICA (1975) Prêmios Globo de Ouro, EUA Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira
QUANDO AS MULHERES ESPERAM (1952) Festival Internacional de Veneza, Itália Prêmio Leão de Ouro
A PAIXÃO DE ANA (1969) Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos Prêmio de Melhor Roteiro
ATRAVÉS DE UM ESPELHO (1961) Festival Internacional de Berlim, Alemanha Prêmio Urso de Ouro